Agosto dourado: confira tudo sobre esse movimento especial

8 MINUTOS DE LEITURA
2758
Imagem de uma mãe amamentando um bebê

A amamentação é muito importante, tanto para os bebês quanto para as mamães. Além de fazer parte de um momento de conexão, o leite materno é o alimento mais completo para os pequenos na primeira fase da vida. O Agosto Dourado é um movimento que destaca o papel fundamental do aleitamento.

Para você entender mais sobre a importância do mês dourado, o blog Modo Brincar trouxe um guia completo sobre o assunto com a ajuda da Tathiane Avila, enfermeira pós-graduada em Obstetrícia e consultora em aleitamento materno. Confira!

Conheça mais sobre o Agosto Dourado

O Agosto Dourado começou em um encontro entre a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em 1991, na cidade de Nova Iorque. O objetivo dessa reunião era consolidar a Declaração de Innocenti, um documento sobre a amamentação, e pensar em ações para expandir o alcance da causa.

A ideia era criar um dia específico para celebrar o aleitamento materno, mas estabeleceu-se a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM). Ela ocorre de 1 a 7 de agosto em vários países do mundo. A cada ano, um tema relacionado à amamentação é definido e ações são promovidas no mundo inteiro para conscientizar as pessoas.

No Brasil, a Semana de Aleitamento Materno é comemorada desde 1999. Porém, em 2017, um mês inteiro dedicado ao assunto foi instituído por meio da lei n.º 13.435. Você sabe o significado de “Agosto Dourado”? Esse nome foi escolhido porque a OMS definiu o leite materno como o “alimento de ouro” para os bebês.

Importância do Agosto Dourado

Assim como as iniciativas do Outubro Rosa e Novembro Azul, o mês da amamentação tem como objetivo conscientizar a população em relação ao aleitamento materno. Afinal, é um assunto que ainda gera muitas dúvidas nas pessoas e muitas delas não compreendem a importância do leite materno.

O Agosto Dourado também serve para ensinar às mulheres que fazer o aleitamento materno quando é necessário se trata de um direito, até mesmo para aquelas que têm a liberdade restrita. O artigo 9 do Estatuto da Criança e do Adolescente define que o poder público, as instituições e os empregadores devem garantir condições adequadas para a amamentação.

O mês de agosto do aleitamento materno ainda ajuda a destacar a importância dos bancos de leite. Assim como os bancos de sangue, eles recebem doações de leite materno para ajudar crianças prematuras ou de baixo peso. Existem mais de 200 bancos e postos de coleta no Brasil.

Tathiane também ressalta que o compartilhamento de informações é muito positivo para ajudar as mamães, principalmente nas campanhas de aleitamento materno do Agosto Dourado. “Eu sempre digo para falar sobre isso e levantar a bandeira do aleitamento, ainda mais nessa época de Agosto Dourado”, diz ela.

Ações do Agosto Dourado

Existem diversas ações do mês do aleitamento materno. Você pode encontrar eventos, palestras e encontros sobre o assunto para se informar mais a respeito dele. Além disso, é comum que o governo brasileiro ilumine alguns pontos públicos com a cor dourada para chamar a atenção para a campanha.

Imagem de uma mãe com um bebê no colo

Qual é a importância da amamentação?

O aleitamento materno é importante desde o momento do nascimento. Segundo a UNICEF, amamentar na primeira hora de vida do bebê pode reduzir o risco de mortalidade neonatal (até o 28º dia de vida) e auxiliar nas contrações do útero, diminuindo a chance de hemorragias.

Tathiane explica que: “entre as espécies de mamíferos, o bebê humano é um dos mais dependentes dos cuidadores para sobreviver. O leite materno terá um papel especial nisso, além de ser responsável por desenvolver o sistema imunológico e digestivo da criança”.

Até os seis meses de vida, o leite materno é o único alimento necessário para a saúde do bebê. Ele oferece todos os nutrientes para o crescimento e ainda facilita a digestão. Depois disso, você pode começar a introdução alimentar e completar a dieta da criança. Geralmente, o desmame ocorre por volta dos dois anos.

“O desenvolvimento dos sistemas internos do organismo também está acontecendo, e a amamentação tem um papel riquíssimo nisso. Ela confere uma nutrição balanceada, transfere anticorpos, previne alergias e evita doenças no metabolismo. A criança precisa desse aporte nutricional até os dois anos ou mais”, completa a enfermeira

Benefícios da amamentação

Um dos benefícios da amamentação é criar um momento de conexão entre a mãe e o bebê. “Essa relação íntima preenche as necessidades afetivas dos dois: favorece o desenvolvimento emocional da criança e proporciona autoconfiança à mãe”, explica Tathiane.

Além disso, segundo um estudo feito em associação com a Universidade do Arizona, esse contato libera alguns hormônios no corpo da mulher, como a ocitocina. Eles possuem um efeito calmante, o que ajuda na adaptação à maternidade.

A enfermeira ainda explica que a sucção do leite materno também ajuda muito o neném no futuro. Segundo Tathiane, ele “contribui para o desenvolvimento orofacial, treinando os músculos da face para a mastigação”. Por fim, a amamentação ajuda a prevenir doenças e diminuir o tamanho do útero.

Rede de apoio

É comum que algumas mulheres tenham dificuldades para amamentar. Nesse sentido, existem redes de apoio que podem ajudar nesse processo, além de produtos como bombas de leite manuais, elétricas e poltronas de amamentação. É fundamental que a mamãe conte com o apoio da família nesse momento.

Tathiane completa: “considero isso uma missão de todos. Nossa cultura precisa se voltar à alimentação natural, entendendo a amamentação como o primeiro alimento. Portanto, todos devem participar dessa campanha”. Por isso, é importante que família e amigos evitem julgamentos e dêem todo o apoio que a mamãe precisa.

Fases do leite materno

Você sabia que existem diferentes fases do leite materno? É muito importante conhecê-las para fazer a amamentação. A primeira delas é o “colostro”. Ele tem uma coloração amarelada e é rico em proteínas e vitaminas. Geralmente, a fase dura até sete dias depois do nascimento.

Em seguida, temos a fase do leite de transição, que dura de cinco a sete dias após o colostro. Nesse momento, o alimento passa a ficar mais fluido e as mamães podem sentir diferenças no tamanho das mamas. Por fim, temos o leite maduro, que é aquele que ajuda no ganho de peso do bebê.

Confira dicas para facilitar a amamentação

A especialista ressalta que a busca por informações é o grande diferencial para facilitar a amamentação. Afinal, é um período que pode gerar dúvidas tanto nas mamães quanto nas redes de apoio delas. 

“Fazer uma consulta de amamentação na gestação é primordial, pois a nutrição infantil precisa ser iniciada pelo leite materno. As gestantes devem tirar dúvidas, além de apresentar a um profissional especializado em amamentação o histórico pessoal: comorbidades, existência de cirurgias mamárias, gestações anteriores e demais condições atuais”, sugere Tathiane.

Tathiane ainda explica que é recomendado iniciar a amamentação logo após o parto. “O ideal é ocorrer na sala de parto, com o contato pele a pele. O colostro, o primeiro leite que sai das mamas, é riquíssimo e vem na quantidade adequada para o recém-nascido. Logo depois, ele se transforma e aumenta em volume, seguindo modificando a composição para atender às necessidades da criança”, explica.

Também é importante respeitar a demanda que o neném demonstra. “A livre demanda é uma forma de conhecer melhor o bebê. A mãe vai oferecer o peito quando ele chora e observar as reações. Por exemplo, se ela ofereceu o peito, mas o bebê não quis mamar e dormiu logo em seguida, era apenas acolhimento que ele queria”, explica Tathiane.

Confira o blog Modo Brincar!

A maternidade é um momento superespecial e cheio de novidades. Por isso, o blog Modo Brincar conta com vários conteúdos para ajudar as mamães. Após saber mais sobre o Agosto Dourado, que tal conhecer o parto humanizado? Acesse e confira!

Fontes consultadas:

UNICEF Brasil. Aleitamento materno. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/aleitamento-materno. Acesso em: 26 de julho de 2022.

BEBÊ ABRIL. Por que este mês passou a ser chamado de Agosto Dourado? Disponível em: https://bebe.abril.com.br/amamentacao/por-que-este-mes-foi-determinado-como-agosto-dourado/. Acesso em: 26 de julho de 2022.

EUROFARMA. Agosto Dourado: o que é, quando surgiu e importância. Disponível em: https://eurofarma.com.br/artigos/agosto-dourado-o-que-e-quando-surgiu-e-importancia. Acesso em: 26 de julho de 2022.

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

Kaboom

Leia Mais

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *