6 brincadeiras com bola para todas as idades

6 minutos para ler

As brincadeiras com bolas são muito divertidas, além de estarem entre as preferidas da criançada. Embora o intuito dos pequenos seja se divertir, saiba que a atividade traz muitos benefícios para a saúde e o desenvolvimento infantil.

Brincar de bola ajuda a gastar energia, o que é ótimo para incentivar as práticas de atividades físicas e evitar o sedentarismo. Além disso, trabalham a coordenação motora, o equilíbrio, a sociabilidade, o espírito esportivo e muito mais!

O futebol é o esporte mais popular por aqui, mas existem muitas outras brincadeiras com bola. Quer saber quais são? Então, continue a leitura, pois neste post trazemos algumas sugestões. Confira!

1. Batata Quente

Nessa brincadeira, todos devem formar um círculo em pé ou sentados e 1 participante fica de fora. Esse membro deve ficar de costas para a roda, fechar os olhos e cantar ” batata quente, quente, quente… queimou!” enquanto os demais passam a bola um para o outro.

Na hora que falar a palavra queimou, o integrante que estiver com a bola na mão deve sair e ser o próximo a cantar. Conforme as pessoas saem da roda, o nível de dificuldade aumenta, já que estarão mais distantes um do outro. Quem restar será o vencedor. A atividade ajuda na concentração e na agilidade, já que o participante deve prestar muita atenção e ser ligeiro para não pegar a “batata quente”!

2. Palavra Cruzada

Uma brincadeira com bola ótima para ser feita na educação infantil é a “palavra cruzada”, que reforça o aprendizado do alfabeto. Formando uma roda, as crianças devem começar pela letra A, passando a bola uma para as outras e falando uma palavra com a inicial A a cada arremesso.

O participante que errar deverá sair da roda, e a letra deverá mudar para a seguinte e assim por diante. Quando sobrar apenas 1 jogador, ele será o ganhador!

3. Futebol Cego

Como dissemos, o futebol é o jogo mais popular com a bola. Por isso, ele não pode faltaria na lista de brincadeiras com a bola. Entretanto, talvez a versão tradicional não seja tão emocionante assim depois de um tempo. Sendo assim, trazemos uma forma de jogar ainda mais divertida.

No futebol cego, os times são divididos em duplas, e as pernas dos participantes são amarradas da seguinte maneira: a direita de um na esquerda do outro. Mas a dificuldade não para por aí! Um dos integrantes da dupla deve ser vendado.

O que ficar com os olhos abertos deverá conduzir o outro para chutar a bola. Como no futebol tradicional, ganha a equipe que fizer mais gols no período determinado. Espere muitas risadas dessa atividade!

4. Queimada

A queimada é uma atividade muito divertida e que dá para fazer com a família toda. Basta ter um lugar mais amplo, como um quintal ou uma garagem e, claro, uma bola. Para brincar, separe os integrantes em 2 times e o campo em 2 áreas. Em cada uma, também é importante delimitar o fundo para os “queimados” da equipe oponente.

O objetivo é queimar o maior número de integrantes do outro time acertando-os com a bola, desde que o objeto caia no chão. Se o alvo pegar a bola sem que ela caia no chão, poderá jogá-la para o queimado do seu time.

Aliás, tanto quem está em campo quanto quem está na área de queimados tem a opção de arremessar. E tem mais: um queimado que queimar o outro volta ao campo. O time que tiver mais integrantes ao final do tempo ganha. É uma boa opção de atividade para crianças hiperativas gastarem energia!

5. Bola ao Alvo

A brincadeira “bola ao alvo” é ótima para trabalhar a coordenação motora, a noção de distância e o espírito esportivo por ser uma competição. Além disso, é superdivertida e rende muitas risadas! Primeiramente, é necessário fazer o alvo.

Para isso, pegue uma cartolina ou um papel pardo e desenhe 3 círculos alinhados, de tamanhos e com números diferentes. Quanto menor ele for, maior a pontuação. Cada participante tem direito a um número prévio de jogadas, o qual será combinado entre todos.

A cada arremesso em que a bola acertar o círculo, deve ser somado o número correspondente. No final, ganha quem tiver a maior pontuação. Se houver bastantes participantes, é interessante separá-los em times. A equipe perdedora deverá pagar uma prenda, como dançar, imitar um animal ou outra coisa que decidirem entre si.

6. Boliche de perguntas

Trata-se de uma brincadeira bem diferente que pode ser usada, inclusive, na educação infantil. Você precisará de 20 garrafas, sendo que em cada uma deve constar uma pergunta. Aproveite esse momento para usar questões educativas de acordo com a idade de alfabetização, como: qual é a primeira letra da palavra “avião”? Qual é a capital do estado de Minas Gerais?

Os participantes devem ser divididos em 2 times, cada um com 10 garrafas. A ideia é derrubar as garrafas da equipe adversária com a bola. O grupo que derrubar todas elas deve responder às perguntas. Se acertar todas, vence o jogo!

Embora o ócio criativo também seja importante para o desenvolvimento infantil, é interessante sempre dar opções de brincadeiras para que as crianças se exercitem. Assim, você incentiva a adoção de um hábito muito saudável, que é a prática de atividades físicas. Em um mundo em que os pequenos têm cada vez mais acesso aos jogos eletrônicos, isso se torna imprescindível para que a criançada não seja sedentária.

As brincadeiras com bola são tão divertidas que é muito difícil uma criança não gostar delas. Por essa razão, é sempre bom ter o brinquedo em casa, inclusive contando com diversos tamanhos e opções se possível. Desse modo, dá para inventar várias atividades a fim de que toda a família passe mais tempo reunida!

Quer saber onde comprar as melhores bolas para as brincadeiras dos pequenos? Na Ri Happy, é claro! Em nosso site, você vai encontrar uma diversidade de bolas de vários tamanhos, cores e materiais para deixar as atividades ainda mais divertidas com a criançada!

Posts relacionados

Deixe um comentário