8 brincadeiras superdivertidas para o dia das crianças!

7 minutos para ler

Nada melhor do que comemorar o 12 de outubro com brincadeiras divertidas para o Dia das Crianças! Mas quer uma curiosidade? Você sabia que essa nossa celebração é recente? Ela surgiu apenas em 1955, quando uma empresa de marketing criou uma campanha para uma companhia que queria aumentar a comercialização de bonecas.

Bem, chega de conversa e vamos logo ao principal? Então, se liga nas brincadeiras para o Dia das Crianças, que separamos para deixar o feriado de todos ainda mais animado!

Anime a turminha com 8 brincadeiras para o Dia das Crianças

Dica: reúna a família ou toda a galera da rua. A farra vai ser grande, mas todos vão se lembrar desse dia com um carinho especial!

1. Teatro com bonecos

“Era uma vez…”. A história não precisa começar exatamente assim. Mas podemos usar fantoches de brinquedo para fazer um teatrinho bem legal. Primeiro, ensine os pequenos a manusear os bonecos e ajude-os a construir um enredo. Logo que eles entenderem a ideia, fica mais fácil terem autonomia para criarem uma narrativa sozinhos. O seu papel? Ficar na plateia, aplaudindo, claro!

Imaginação, criatividade, capacidade de contar e interpretar narrativas é o que o teatro vai estimular. Ah! E que tal usar esse momento divertido para educar, de uma forma mais lúdica? Por exemplo, encaixe nas histórias a importância de escovar os dentes, de ler, de estudar…

2. Quem sou eu?

Chegou a hora de fazer adivinhações! Nessa brincadeira, a turma toda deve usar a imaginação para pensar nos personagens mais inusitados. Eles podem ser um artista famoso ou de algum livro, desenho ou filme.

Depois que cada um escolher, é só escrever o nome em uma plaquinha e colar na testa do outro participante. A pessoa com o papel colado precisa fazer perguntas que terão como resposta apenas “sim” ou “não”, até acertar quem é a personalidade.

Prepare-se! Concentração e lógica serão necessárias nesse momento. Que tal escolher um personagem bem desafiador para colar na testa do outro?

3. Acampamento

Essa brincadeira para o Dia das Crianças é uma das campeãs de diversão! O mais emocionante dela é o improviso. Se você mora em um local com um amplo jardim e o tempo estiver bom, é possível montar uma cabaninha no quintal. Já na parte de dentro de casa, dá para criar um “forte” com cadeiras, lençol, almofadas e colchão.

Quer uma sugestão para deixar tudo ainda mais realista? É só levar para dentro algumas das comidas preferidas dos pequenos, além de gibis e lanternas, agindo como se todos estivessem em um acampamento de verdade.

4. Caça ao tesouro

brincadeiras para o dia das crianças

Tem algum Capitão Gancho ou Jack Sparrow no meio da turminha? Essa brincadeira será curtição na certa! Mas na falta de um tesouro de verdade, é possível usar um bombom, um brinquedo ou qualquer outro objeto.

Esconda-o pela casa e elabore pistas para que todos sigam. Elas podem ser em formas de instruções simples ou de adivinhações, dependendo das idades dos pequenos. Será um verdadeiro estímulo para trabalhar lógica e estratégia!

5. Jogos de tabuleiro

O clima não colaborou muito e a chuva chegou? Nada de ficar todo mundo de cara fechada! Existem centenas de jogos de tabuleiro, cada um prometendo uma diversão diferente! Quer algumas ideias? Os mais tradicionais não têm erro: Perfil, Banco Imobiliário, War. Mas a verdade é que qualquer um pode ser motivo de entretenimento.

Uma das vantagens desse tipo de brincadeira é que estimula o seguimento de regras e o saber perder. Além de, é claro, render horas de diversão sem nem mesmo sair de casa!

Powered by Rock Convert

6. Quebra-cabeça

brincadeiras para o dia das crianças

Quem nunca ficou “quebrando a cabeça”, para adivinhar a peça faltante? Esse jogo é ótimo para qualquer idade — e até os adultos podem se envolver na brincadeira! O mais fáceis têm um número reduzido de peças e são indicados para as crianças menores.

Além de toda a animação, ele estimula noção espacial, percepção visual, resolução de questões, memória e observação. Se vocês quiserem, ainda pode virar um belo quadro para decorar o quarto da criança. Preparados para a diversão?

7. Mão na Massa

Uma boa dose de imaginação, depois amassa aqui, amassa ali e já temos um bichinho, um biscoito ou um relógio!

As massinhas de modelar afastam qualquer tédio. Quanto mais coloridas forem, mais bonitas ficam as criações dos pequenos. São uma ótima estratégia para envolver a galerinha por horas e ajudar a trabalhar a coordenação motora fina e a criatividade.

8. Elefante colorido

Que tal colocar a criançada para gastar a energia? Essa brincadeira fica ainda melhor com 3 ou mais participantes. Um é escolhido para comandar. Quando ele falar: “elefante colorido!”, todo mundo deve responder: “que cor?”. Então, ele escolhe alguma, de preferência que esteja bem longe das outras.

Para aumentar ainda mais farra, uma das crianças pode perseguir as outras, tentando capturá-las. Risadas e curtição estão garantidas aqui! Esse momento também estimula atenção, agilidade e o conhecimento das cores.

Entenda por que celebrar com brincadeiras

Você percebeu que colocamos em cada uma das brincadeiras algumas habilidades estimuladas na turminha? Pois é. Existe toda uma psicologia e pedagogia por trás disso. É por meio dos jogos e do lúdico que a criança adquire competências que serão úteis durante a vida.

Brincadeiras que têm regras ensinam o valor de segui-las e ainda desenvolvem a empatia e o autoconhecimento. Sabe como? Os pequenos observam as reações alheias e se dão conta de tudo o que sentem ao perder um jogo ou ver o colega ganhando.

Aliás, quer ajudar a criança a desenvolver a tolerância à frustração? Então, siga esse segredinho: evite deixá-la ganhar todas as partidas! Permita que ela sinta a sensação de perder de vez em quando. Faz parte da vida. E é uma qualidade indispensável para qualquer pessoa, não acha?

Com a galerinha da rua ou do prédio reunida, é possível desenvolver a sociabilidade, a paciência, a resiliência e o trabalho em equipe. Bem, você deve concordar que relações, às vezes, são trabalhosas. Para que deem certo, é preciso que alguém ceda, uma vez ou outra. É na amizade da infância que começamos a aprender esse valor e o levamos para a vida adulta depois.

Se você pensa que brincadeiras mais comuns, como “brincar de casinha”, imitar bichos ou se fantasiar, são simples demais a ponto de não darem nenhum benefício, vamos repensar esse conceito! Elas envolvem a imaginação, estimulam a criatividade e ajudam a criança a introduzir papéis e valores em sua rotina.

Por exemplo, ela se coloca na função da mãe, do pai e da professora, entendendo as atividades que cada uma dessas pessoas realiza no dia a dia. Esse faz de conta ajuda a construir parte da identidade e autonomia dos pequenos.

Ou seja, toda essa experiência do brincar propicia a aquisição de habilidades, para que os pequenos cheguem à adolescência e à fase adulta de forma mais funcional e saudável.

Ufa! Com tantas brincadeiras para o Dia das Crianças, dá até para fazer uma semana inteira de homenagem, com direito a muita diversão, não acha? Aproveite o momento para integrar toda a família, fazendo com que os laços fiquem ainda mais próximos!

Gostou deste conteúdo? Assine nossa newsletter e acompanhe de perto mais informações e dicas para o crescimento saudável dos seus filhos!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário