Brinquedos para crianças autistas: as melhores opções e cuidados

6 minutos para ler

Crianças com autismo têm algumas peculiaridades. Por exemplo, elas costumam ter mais dificuldade nas interações sociais e menos tolerância a sons e a toques. Mas isso não quer dizer que não precisem brincar. Pelo contrário! As atividades lúdicas são ótimas para um desenvolvimento saudável. Assim, você só deve descobrir bons brinquedos para crianças autistas.

No artigo, vamos falar dos principais ganhos que a brincadeira traz para elas e daremos dicas de alguns itens e atrações divertidas. Confira!

A importância do brincar para crianças autistas

As brincadeiras ajudam no neurodesenvolvimento, da seguinte forma!

Estímulo à interatividade

Durante o brincar, a criança é estimulada a interagir com os colegas. Isso é importante, já que o relacionamento social é uma das maiores dificuldades de quem tem TEA (Transtorno do Espectro Autista).

E fazer isso em um momento lúdico é um modo de contribuir para esse desenvolvimento, sem forçá-la a algo. A partir disso, a criança vai criando mais autoconfiança na relação positiva com o outro.

Desenvolvimento cognitivo

Algumas brincadeiras favorecem o desenvolvimento da concentração e da atenção. Isso é importante, já que a tendência é o envolvimento no próprio mundinho interno. A percepção e a linguagem são outros ganhos e eles ajudam também na interação social.

Consciência corporal

Habilidades motoras e noção de espaço precisam ser trabalhadas desde cedo, pois isso facilita um crescimento saudável, dando ao pequeno mais chances de aproveitar as diversas oportunidades.

Os melhores brinquedos para crianças autistas

brinquedos para crianças autistas

O melhor dos brinquedos, jogos e brincadeiras é que a criançada se desenvolve e ganha habilidades, de maneira espontânea e divertida. Olha só algumas ideias!

Quebra-cabeça

Que tal começar a trabalhar a atenção e a lógica, a partir de um jogo inteligente? O bom do quebra-cabeça para crianças é que podemos escolher as ilustrações, conforme o gosto do jogador. Há o mapa-múndi, planetas, criaturas marinhas, dinossauros, Harry Potter, Homem-Aranha, Mickey, entre outros. Uma dica: antes de comprar, avalie a quantidade de peças. Quanto mais delas tiver, mais difícil será.

Brinquedos macios

Brinquedos de borracha e pelúcias são boas escolhas para crianças autistas. O material macio, além de não machucar, costuma ser bem aceito. Aqui, o universo de possibilidades é infinito. Você encontra, por exemplo, o baby Yoda, o coelho Sansão, a Peppa Pig, gatinhos, o Buzz Lightyear, brinquedos para banho, entre outros.

Jogo da memória

Vamos ver quem tem memória de elefante? Jogos da memória desenvolvem a atenção e o raciocínio rápido. Também auxiliam na noção espacial, incentivam a socialização e ensinam a importância de saber ganhar e perder. Os temas são bem-variados, então você consegue encontrar: princesas, Homem-Aranha, bichos, Patrulha Canina, My Little Pony.

Kit de desenho

O desenho facilita a expressão dos sentimentos, uma habilidade que precisa ser mais incentivada nas crianças com TEA. A atividade também estimula a criatividade e pode ser um ótimo recurso terapêutico, podendo, por exemplo, diminuir a ansiedade. Tanto o desenhar quanto o pintar promovem, ainda, as habilidades motoras, a exemplo da psicomotricidade fina.

Que tal um kit de desenho, com direito a lápis de cor, tintas, giz de cera, livro de colorir e uma mesinha apropriada para evitar sujeiras no chão e na parede?

Powered by Rock Convert

Brincar de imitar

As crianças com um desenvolvimento típico tendem a aprender sozinhas a imitar. Quem apresenta autismo costuma ter mais de dificuldade nisso. A explicação está no mau funcionamento do neurônio-espelho, um mecanismo importante para a interação e o desenvolvimento da empatia.

Por isso, vale desenvolver essa habilidade, de uma forma divertida! As dicas, aqui, podem ser: imitar um som, um movimento ou uma expressão facial. Para os mais crescidinhos, brincadeiras mais complexas, como morto-vivo, são uma ótima ideia.

Blocos de encaixe

Peças, blocos de montar e blocos de encaixar são superdivertidos para fazer construções. A brincadeira, também, ajuda a desenvolver atenção, concentração, coordenação motora, paciência e perseverança. As criações dão, ainda, uma sensação de autorrelização, o que faz superbem para a autoimagem.

Alguns dos brinquedos são temáticos, e isso contribui para a criança se interessar e se envolver mais. Exemplos são: Minecraft, Harry Potter, Dinossauros, Avengers etc.

Brinquedos de faz de conta

Brinquedos de faz de conta trabalham a parte simbólica, ajudam nas representações, na empatia e na criatividade e a se concentrar em uma imaginação. Algumas sugestões legais são casinha, fantasias infantis, fantoches e demais acessórios de faz de conta.

Bolinhas de sabão

As bolinhas de sabão costumam fascinar pelo fato de serem bonitas, delicadas e flutuantes. Faça uma misturinha com água e detergente em um copo. Depois, é só pegar um canudo e encontrar um local na parte de fora de casa.

Pique-pega

É simples, animado e cheio de interação! O pique-pega incentiva a conexão interpessoal e auxilia a desenvolver a percepção na intenção do outro. Por exemplo, quem pega e quem corre demonstram gestos e expressões faciais e corporais diferentes. Para a criança correr de alguém, ela precisa entender um pouco a linguagem corporal.

Se ainda é muito pequena, uma dica bem bacana é você brincar com ela e exagerar nos gestos, até que ela comece a entender isso sozinha.

Brinquedos de atividades para bebês

Brinquedos de atividades ajudam a trabalhar a atenção e trazem estímulos sensoriais. São boas opções para começar a brincar e a desenvolver habilidades, desde cedo.

Alguns cuidados com brinquedos para crianças autistas

Bem, como você viu, são muitas as opções, então não costuma ser difícil encontrar um brinquedo legal. Mas existem alguns cuidados importantes nesse momento!

Um deles é em relação à supervisão. As brincadeiras fazem muito bem, mas os pequenos com TEA precisam de um monitoramento constante. Talvez, eles não entendam, por exemplo, que determinadas peças não podem ser levadas à boca. Além disso, acompanhe as fases da criança, já que as necessidades mudam, conforme ela amadurece.

A maioria dos pequenos com autismo não gosta de estímulos visuais e sonoros muito intensos. Então, vale ter cuidado nesse sentido, combinado?

Por fim, saiba que o transtorno é só uma das várias características da criança. Então, aproveite o momento para conhecer melhor a personalidade dela e criar um vínculo. Assim, você sempre conseguirá encontrar brinquedos para crianças autistas!

Gostou de ficar por dentro dos brinquedos para crianças autistas? Que tal, agora, entender melhor a importância da brincadeira para a infância? Leia o texto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário