Relembre as cantigas de roda mais famosas com seu filho

4 minutos para ler

Você já pensou em ensinar brincadeiras antigas para o seu filho? Com tanta tecnologia disponível, muitas vezes, achamos que os pequenos não se interessarão pelas atividades que fazíamos na infância, mas é aí que nos enganamos. Eles adoram! Que tal começar pelas cantigas de roda?

As cirandas são divertidas e representam os aspectos lúdicos das manifestações socioculturais populares. Além disso, ajudam no desenvolvimento de diversas capacidades que a gente nem tem ideia, como a memória, a noção corporal e a socialização.

Por tais razões, são boas opções de brincadeiras legais para fazer com a criançada. A melhor parte é que não é preciso nenhum acessório, somente dois participantes ou mais e saber as músicas. A seguir, relembre as cantigas de roda mais famosas!

Ciranda, cirandinha

Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar, vamos dar a meia-volta, volta e meia vamos dar

O anel que tu me deste era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas era pouco e se acabou

Por isso, D. Fulano entre dentro dessa roda

Diga um verso bem bonito, diga adeus e vá-se embora

A ciranda tem três filhas

Todas três por batizar

A mais velha delas toda

Ciranda se vai chamar…

Se esta rua fosse minha

Se esta rua,

Se esta rua fosse minha,

Eu mandava,

Eu mandava ladrilhar,

Com pedrinhas,

Com pedrinhas de diamantes,

Só pra ver, só pra ver

Meu bem passar

Nesta rua, nesta rua tem um bosque

Que se chama, que se chama solidão

Dentro dele, dentro dele mora um anjo

Que roubou, que roubou meu coração

Se eu roubei, se eu roubei teu coração,

Tu roubaste, tu roubaste o meu também

Se eu roubei, se eu roubei teu coração,

É porque, é porque te quero bem.

Cai cai balão

cantigas de roda

Cai cai balão, cai cai balão

Na rua do sabão

Não cai não, não cai não, não cai não

Cai aqui na minha mão!

Cai cai balão, cai cai balão

Aqui na minha mão

Não vou lá, não vou lá, não vou lá

Tenho medo de apanhar!

Peixe vivo

Como pode o peixe vivo

Viver fora d’água fria?

Como pode o peixe vivo

Viver fora d’água fria?

Como poderei viver,

Como poderei viver,

Sem a tua, sem a tua,

Sem a tua companhia?

Os pastores desta aldeia

Já me fazem zombaria

Os pastores desta aldeia

Já me fazem zombaria

Por me ver assim chorando

Sem a tua, sem a tua companhia.

Capelinha de Melão

Capelinha de melão

É de São João

É de cravo, é de rosa, é de manjericão.

São João está dormindo

Não acorda, não

Acordai, acordai, Acordai, João…

Escravos de Jó

Os escravos de Jó

Jogavam caxangá

Tira, põe,

Deixa o zambelê ficar

Guerreiros com guerreiros

Fazem ziguezigue zá

Guerreiros com guerreiros

Fazem ziguezigue zá.

Algumas dessas canções podem ter versões um pouco diferentes, as quais mudam uma palavra ou outra, já que foram, por muito tempo, passadas de geração em geração de forma oral e somente com a ajuda da memória.

Tirar um tempinho diário para brincar e cantar cantigas de roda com as crianças é muito importante, pois ajuda a estreitar os laços de afetividade e cria boas recordações. Além disso, as brincadeiras são importantes para o desenvolvimento infantil, porque é por meio do lúdico que a criançada aprende e trabalha suas habilidades, que serão levadas para o resto da vida.

Gostou de relembrar a sua infância? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e faça com que seus amigos recordem também esses momentos bons da vida.

Posts relacionados

Deixe um comentário