Como os brinquedos podem ajudar as crianças a melhorarem a concentração

6 minutos para ler

Em um mundo onde as crianças estão repletas de estímulos por todos os lados, como será que fica a concentração infantil? Sons altos, notificações no smartphone, o desenho na TV, o game disponível ao lado. Parece que tudo compete com a atenção!

Isso nos leva a algumas reflexões. Por exemplo, será que podemos fazer algo para ajudar nossos pequenos? Conversamos com Fernanda Monteiro, terapeuta ocupacional e autora do livro Super Gênios. Ela nos ajudou a entender como os brinquedos contribuem para a formação da habilidade de concentração e quais os mais adequados. Confira!

Qual a importância da concentração infantil?

A concentração é definida como o processo de manter o foco. É essa ação que nos leva a um pleno desenvolvimento cognitivo, com boa aprendizagem, facilidade em completar tarefas e a autorregulagem do nosso comportamento e de nossas emoções.

Fernanda começa nos explicando como é esse processo, dando como exemplo a sala de aula: “o que acontece? O cérebro não consegue processar todas as informações que temos ao redor, ao mesmo tempo. Se estou na sala de aula, não consigo focar em todos os detalhes de uma vez só. Há os amigos, as coisas na parede, a área de brinquedos, a professora. A concentração, nesse momento, serve para direcionar as minhas funções, entender o que é relevante para focar e desconsiderar o que não me ajudará nisso”.

A terapeuta conta também que é a capacidade de concentração que facilita a aquisição de novas informações: “as pessoas precisam se concentrar para memorizar algo. E sem memória não há aprendizado. Então, tudo parte dessa habilidade, que é essencial para a meninada”.

Mas e se a criança aparentar ter dificuldade nisso? Será que devemos nos preocupar? Bem, algumas fazem apenas um pouco mais de esforço, mas isso não causa comprometimentos significativos. Nesse caso, determinados brinquedos já propiciam ótimos avanços.

Aqueles que necessitam de muito empenho podem exigir ajuda profissional de um psiquiatra e um psicólogo, que, além de darem um diagnóstico da condição, conseguem auxiliar com um tratamento específico.

De qualquer forma, nossa habilidade em concentração não nasce pronta. Vamos aprimorando-a ao longo do tempo. Por isso, treiná-la é tão importante. “Eu li um livro que apontava o fato de que um bebê de 0 a 6 meses tem, em média, 3 a 5 segundos de concentração. Aos 24 meses, ele consegue permanecer atento por 5 minutos. Essa habilidade é ainda melhor para a criança, o adolescente e o adulto”, completa Fernanda.

Como os brinquedos ajudam a melhorar a concentração?

concentração infantil

O grande desafio de hoje são as telas, que estão o tempo todo chamando a atenção da molecada. “As crianças estão se envolvendo em poucas brincadeiras do mundo real. Mas é quando estão com brinquedos que elas exploram, mexem, montam, refazem. Isso envolve mais sentidos e estimula a coordenação motora. Os games e as telas também podem ser positivos, mas em excesso incentivam a criança a mudar de atividade rápido. Os estímulos estão todos ali e podem ser mudados apenas com o passar do dedo”, enfatiza Fernanda.

Sem contar que quando os pequenos estão engajados nas telas, geralmente, estão sozinhos. Já em um jogo de tabuleiro, por exemplo, além de ter colegas para fazer companhia, eles devem seguir regras e acompanhar, com atenção, o movimento dos outros.

Powered by Rock Convert

“O brincar, muitas vezes, é visto como supérfluo. Mas ele ajuda a pensar, a organizar o pensamento, a tentar, a esperar a vez, a ter resiliência, a treinar a linguagem, a melhorar a inteligência socioemocional, a estimular o desenvolvimento cognitivo. São muitas as possibilidades de aquisições. Brincar é, na verdade, importante para todas as fases da criança”, aponta Fernanda.

Quais atividades e brinquedos para aprimorar a concentração infantil?

“Normalmente, temos a impressão de que um brinquedo para a concentração infantil precisa deixar a criança parada. Realmente, existem muitos assim, mas essa não é uma obrigação”, explica a terapeuta. Sendo assim, algumas atividades se destacam, confira a seguir!

Jogo com regras

Uma das brincadeiras antigas mais divertidas e inteligentes é a amarelinha! “A criança joga a pedrinha, precisa ver onde ela cai, pular, desviar e acompanhar, para saber quando é a vez”, explica Fernanda. Jogos de cartas e de tabuleiro também exigem seguir regras, por isso, são positivos para a atenção.

Quebra-cabeça

Quebra-cabeças são um grande desafio! E o mais legal de tudo é que podemos controlar o grau de dificuldade, conforme a idade da criança. Ainda podem ser montados em dupla ou em grupo, o que promove a cooperação.

Bloco de montar

Encaixa essa peça aqui? Ou seria melhor ali? O que vamos montar? Além da concentração infantil, os blocos de montar treinam o raciocínio lógico, a coordenação motora e a criatividade. Um prato cheio para uma criança inteligente!

Damas e xadrez

Dama e xadrez também são ótimas opções para exercitar a mente. Eles ainda contribuem com o pensamento estratégico, levando a criança a criar táticas para vencer a partida.

Labirinto

Fernanda ainda sugere brincadeiras com labirinto. Uma ideia é pegar fitas adesivas coloridas e desenhar um grande labirinto no chão de casa. Que tal fazer duplas, nas quais um amigo cria o labirinto para o outro? Ganha a partida quem conseguir achar primeiro a saída!

Histórias contadas

As crianças não têm idade para ler? Sem problemas! As histórias contadas por adultos são ótimas maneiras de melhorar a concentração infantil e, ainda, instigar a criatividade.

Memória

Aqui, a preferência é para aqueles jogos de memória longe das telas, combinado? O mundo digital apresenta grande valor, sim, mas a ideia é equilibrar esse uso! Dica para o jogo perfeito? Acompanhe a indicação da faixa etária, na caixa!

Jogos com bola

Vôlei, futebol ou queimada? Não importa a brincadeira, já que todas as com bola são incríveis! “Até aqui tem esse processo. Um joga para o outro, e é preciso ter atenção para ver se a bola vai voltar”, Fernanda elucida.

Então, como vimos, treinar a concentração infantil propicia ótimos ganhos para toda a infância e as fases posteriores. E, para finalizar, Fernanda enfatiza: “quando estimulamos a criança com o brinquedo, conseguimos agregar diversas possibilidades de aprendizagem. É o brincar que a prepara para outras atividades, a exemplo da escola. Por isso, precisa fazer parte do mundo dela”.

Que tal aproveitar para conhecer o e-commerce da Ri Happy e escolher o brinquedo ideal para sua criança treinar a concentração dela?

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário