O que os pais podem fazer para desenvolver a criatividade infantil?

6 minutos para ler

A criatividade infantil é algo que não tem limites. Quando você menos espera, os pequenos criam histórias, músicas, brincadeiras, personagens e todo um mundo de imaginação. Sabia que isso é ótimo para o desenvolvimento deles?

A criatividade nos ajuda nas resoluções dos problemas, sendo uma capacidade muito útil na vida adulta, principalmente, na profissional. Ela é tão importante que tem até um dia especial para ela: 17 de novembro.

Embora as crianças tenham uma imaginação incrível, os estímulos são sempre muito bem-vindos, pois ampliam a mente e ajudam no desenvolvimento. Quer saber como auxiliar a estimular a criatividade do seu pequeno? Continue a leitura, pois, neste post, trazemos algumas dicas imperdíveis. Vamos lá?

Mantenha o ambiente estimulante

O primeiro passo para estimular a criatividade infantil é manter um ambiente propício. Cores, formas e texturas fazem as ideias e a imaginação fluírem. Brinquedos, jogos, livros, músicas e tintas são alguns dos recursos que podem ser usados no cômodo.

Além disso, é importante que as crianças sejam livres para expressar toda a sua criatividade. De nada adianta ter um ambiente rico em estímulos, se o pequeno não puder desarrumá-lo. Para não ficar com a casa toda bagunçada, se isso incomoda, limite as brincadeiras ao quarto ou à brinquedoteca.

Incentive a curiosidade

A curiosidade é uma qualidade diretamente ligada à criatividade e ajuda no desenvolvimento da cognição. Dessa maneira, brincadeiras, jogos e conversas que estimulam essa capacidade aumentam o conhecimento dos pequenos e os deixam mais inventivos.

Uma forma de incentivar a curiosidade é conversar sobre o que aconteceu ao longo do dia. Além de deixar vocês mais próximos, estimula a criança a ser mais curiosa sobre as coisas que acontecem ao seu redor.

Outra maneira é apresentar as diversidades de culturas tanto do nosso país quanto de outros. O contato desde pequeno com outras maneiras de se viver, gastronomia e artes é enriquecedor e estimula a criatividade infantil.

Use a tecnologia a favor

A tecnologia nem sempre é uma vilã. Como tudo na vida, o maior problema é o excesso. Crianças que ficam muito tempo diante das telas podem ter o desenvolvimento prejudicado, pois não têm uma interação, como nas brincadeiras com outras pessoas.

Entretanto, a internet pode ser uma ótima fonte de conhecimentos que alimenta a criatividade. Limitando o tempo em que a criança fica no tablet, celular ou videogame, e os conteúdos assistidos, dá para utilizar essa tecnologia a favor da criatividade.

Invista em hábitos de leitura

Não é de hoje que batemos na tecla sobre a importância da leitura para as crianças. O hábito amplia o vocabulário e incentiva o gosto pelos estudos. Mas não é só isso. Os pequenos que leem têm contato com outras culturas e situações a que não estão habituados, o que ajuda a estimular a criatividade.

Para potencializar esse incentivo, é interessante fazer perguntas sobre a história e os personagens. Questionar o que a criança faria de diferente em determinada ocasião do conto, por exemplo. Ou pedir para que reconte com as próprias palavras.

Powered by Rock Convert

Use recursos do dia a dia

Utilizar os recursos rotineiros e dar novas utilidades a eles ajuda a incentivar a imaginação. Duas colheres e alguns potes virados para baixo se transformam em uma incrível bateria, por exemplo. Sendo assim, pegue alguns objetos e brinquedos que estimulam a criatividade e incentive o pequeno a encontrar outras maneiras de uso.

Além disso, a reciclagem de materiais é outra forma bem legal de trabalhar a criatividade. Um rolo de papel higiênico pode virar uma luneta de pirata. Algumas tampinhas podem ser jogadores de futebol de botão. Sendo assim, não jogue esse tipo de material fora e deixe-o à disposição da imaginação das crianças.

Não imponha maneiras

criatividade infantil

Toda criança tem suas particularidades na hora de desenhar e pintar. É possível que faça pessoas com cabeças, pés e mãos enormes, e está tudo bem. Ela está em processo de aprendizagem e ainda aperfeiçoará seus desenhos. A atitude de corrigi-la faz com que ela se sinta frustrada.

O papel do adulto é ser um facilitador da criatividade, gerando condições para que os pequenos possam usar a imaginação, sem determinar o que é certo ou errado. No entanto, é preciso intervir em situações conflitantes com o ensinamento moral, como quando a criança desenha histórias de violência.

Incentive os seus gostos

Quando gostamos de uma atividade, tudo fica mais natural e interessante, não é mesmo? Sendo assim, é legal aproveitar os gostos das crianças para estimular a criatividade, já que elas ficarão mais focadas. Se seu filho adora filmes e desenhos, pode incentivá-lo a interpretar o personagem preferido ou contar uma história.

Lembrando que não é saudável forçar a criança a ter hobbies e atividades que ela não tem interesse. Por exemplo, a dança é uma ótima maneira de estimular a consciência corporal, mas se o pequeno não gostar, é interessante buscar outra forma para desenvolver essa capacidade.

Façam atividades estimulantes juntos

Os passeios, as viagens, o contato com a natureza e com o solo, e outras situações, são muito estimulantes e uma ótima oportunidade para vocês passarem mais tempo juntos. Com o distanciamento social, em razão da pandemia de coronavírus, não é recomendado frequentar lugares com aglomeração, mas dá para fazer várias atividades interessantes em casa mesmo.

Alguns museus disponibilizam visitas virtuais em que dá para percorrer seus corredores e conhecer os objetos expostos. É uma forma de conhecer artes, história e ciência, por exemplo.

Outra sugestão é mexer com terra. Se não tiver um quintal em casa, vocês podem plantar em vasos ou, melhor, reaproveitar potes e embalagens para criar vasinhos para as flores. Depois, ainda podem decorar a casa.

Como você pode ver, é preciso estimular a criatividade infantil para que as crianças possam desenvolver essa e outras capacidades que estão correlacionadas, como a cognição e a resolução de problemas. Para isso, utilize ferramentas que podem auxiliar nessa missão, como brinquedos, artes, músicas, brincadeiras, entre outras.

Gostou do nosso post? Então, compartilhe-o nas suas redes sociais e leve essas dicas aos pais e cuidadores. Assim, todo mundo fica por dentro do assunto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário