Quais as vantagens da dança para crianças?

Imagem de um grupo de crianças dançando.

O desenvolvimento da linguagem e o fortalecimento da memória estão entre os ganhos de quem ouve música na infância. As canções também despertam a vontade de balançar o corpo de acordo com a melodia. Por falar nisso, sabia que existem vários benefícios da dança para crianças?

Diferentes ritmos despertam emoções e podem servir de base para a criação de incríveis coreografias. Enquanto ensaiam os passos, a criançada se diverte e descobre novas maneiras de expressar seus sentimentos. Outro ponto positivo está no fato de essa atividade não limitar o número de participantes.

Ou seja, dá para toda a família se reunir, colocar o melhor som e mandar o tédio embora. Fique com a gente e veja boas razões para começar!

Quais são os benefícios da dança para crianças?

A alegria contagiante dessa atividade já é um incentivo para que mais pessoas a incluam na rotina. Ela pode ser individual, mas gera excelentes resultados quando praticada em grupo. Isso porque conecta os participantes e ajuda a reforçar os laços existentes.

Continue a leitura e descubra outras vantagens para o público infantil.

Desenvolvimento da coordenação motora

Essa capacidade é essencial para que a turminha domine as ações do corpo de forma eficiente, deslocando-se com êxito e segurança. A prática é feita com tarefas cotidianas e brincadeiras diversas, principalmente aquelas que envolvem o movimento do tronco e diferentes membros.

A infância é a fase em que ainda se explora e compreende certas habilidades. Logo, pode ser útil indicar a dança para crianças como caminho para aprimorar a coordenação motora. Basta ligar a caixa de som e deixar que a molecada experimente inúmeros gestos, sinais e expressões no espaço disponível.

Melhora da capacidade de concentração

Aprender a se mover conforme o ritmo da música exige bastante foco e interesse nas etapas que envolvem a coreografia. Assim, é esperado que a prática da dança seja aliada na melhora da concentração. Embora isso sirva para indivíduos de todas as idades, a dica é começar quanto antes.

Ouvir uma música e planejar os passos envolvem muita atenção e uso da memória. Nesse processo, a turminha exercita a mente e se dedica a cumprir cada desafio para avançar no bailado. Melhor ainda se, de vez em quando, as crianças poderem tocar instrumentos musicais para mostrar seus talentos enquanto alegram os demais.

Imagem de um grupo de crianças dançando.

Sensação de bem-estar

Mais que um momento de diversão, a dança para crianças funciona como exercício físico. E sabemos que manter o corpo ativo é um dos segredos para preservar a saúde física e mental. O público infantil também precisa de estímulos constantes para deixar o sedentarismo de lado.

Entre os benefícios das atividades físicas, podemos citar a melhora da flexibilidade e a manutenção da postura correta. Ambos previnem dores e diminuem o risco de lesões na execução de qualquer tipo de movimento.

Outro ponto atrativo de tratar a dança como uma espécie de esporte está na liberação frequente de endorfinas. São essas substâncias que geram aquela sensação de prazer e bem-estar durante e após a prática de atividades que envolvem muita ação. Isso significa que a galerinha estará mais feliz e disposta.

Estímulo à interação social

A socialização é outro resultado positivo da dança, já que essa atividade costuma reunir várias pessoas para cumprir um mesmo objetivo. Ela pode ser valiosa nos primeiros experimentos em grupo, motivando a turminha a fazer contatos e construir relações duradouras de amizade.

Durante a prática, a criança consegue vencer a timidez ou amenizar esse sentimento. Afinal, ela percebe que toda pessoa tem um jeito de se expressar e passa a compreender que as diferenças de perfis são bem-vindas. É mais fácil que aceite suas qualidades e limitações a partir do acolhimento dos demais.

Como escolher os estilos e modalidades?

Existem muitos tipos de dança para crianças, com opções que podem ser aprendidas por públicos de todas as idades. A variedade sempre será positiva, porque mantém a molecada em contato com diferentes culturas, campos da arte e conceitos. Além disso, permite que descubram seus sons favoritos.

Uma dica para a escolha do estilo é sempre consultar a opinião dos envolvidos. Se o objetivo da atividade é reunir pais e filhos, por exemplo, vale a pena selecionar canções que fazem parte do cotidiano da família. Ou seja, músicas que marcaram datas especiais ou são adoradas pelo grupo.

Se for uma interação com os colegas de escola e professores, a turminha pode lançar mão de instrumentos musicais reais ou de brinquedo. Há uma infinidade de produtos dessa categoria, como guitarras, bumbos, teclados, pianos, baterias e até microfones para agitar as brincadeiras em sala.

Veja vários exemplos de estilos que podem agradar à criançada:

  • ciranda — perfeita para crianças bem pequenas, visto que demanda bailados em círculos, com todos os participantes de mãos dadas. Ao som de cantigas infantis, a ciranda se torna um evento lúdico e gera muitas risadas;
  • sapateado — envolve movimentos rápidos com os pés, sendo uma excelente modalidade para queimar calorias e gastar energia. Também é uma das melhores para o desenvolvimento motor, já que muitos de seus passos são complexos;
  • jazz — recomendada para crianças de 5 a 10 anos, é uma dança que pede muita desenvoltura e delicadeza. Ela ajuda no desenvolvimento da criatividade, estimula a expressão de emoções e aumenta a autoestima;
  • hip hop — indicado para grupos mais agitados, esse estilo precisa de participantes que adoram mexer o corpo. As músicas costumam ser emocionantes e têm suas letras representadas com coreografias ricas, precisas e cheias de significados;
  • zumba — sim, a criançada também pode se animar com o ritmo que conquistou os principais estúdios e academias do país. A modalidade mistura canções de origem latina, como samba, salsa e merengue, o que resulta em uma atividade extremamente cativante.

Perceba que todos os tipos citados têm benefícios, cabendo a cada grupo escolher o ritmo da vez. A dança para crianças pode ser praticada em diferentes espaços, sem hora ou regras para acabar. O importante é deixar que a diversão role solta e crie um ambiente propício para a troca de afetos.

E já que o tema do post envolve o universo musical, aproveite para relembrar algumas das mais famosas cantigas de roda!

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Imagem de duas mulheres e uma criança jogando videogames
0

Confira uma lista com 8 dos melhores jogos para PS4

Quem é apaixonado pelo mundo dos games certamente conhece o PlayStation. Esse console é um dos mais famosos para quem ama jogar, por isso está...
Imagem de duas crianças jogando xadrez
1326

Jogo de xadrez para crianças: conheça os benefícios e como incentivar os pequenos a jogar 

Depois da estreia de O Gambito da Rainha, na Netflix, muita gente voltou a se interessar pelo xadrez e viu quão divertido e emocionante é...
três crianças sentadas no chão da sala segurando controle jogando os melhor jogos do xbox one
0

Confira uma lista com os 6 melhores jogos do Xbox One

O mundo dos games é uma verdadeira paixão para todas as idades. Os gráficos incríveis e as histórias fantásticas tornam essa atividade muito divertida para...
lenda do saci|lenda do saci
3165

Conheça a lenda do Saci e o que as crianças podem aprender com ela

A lenda do Saci traz muitos ensinamentos. Por isso é interessante valorizá-la e contá-las às crianças. Em nosso post, falamos sobre o assunto. Confira!
pai e filho jogando bola em quadra representando os jogos para pai e filho
0

Jogos para pai e filho: 8 brincadeiras para se divertir!

Quer estreitar os laços com seu pequeno e não sabe como começar? Que tal programar um dia inteirinho com jogos para pai e filho? Assim,...
Comemoração dia dos pais
533

Dia dos Pais: curiosidades e ideias para comemorar em família

O Dia dos Pais é uma data megaespecial comemorada em todo o mundo. Seu objetivo é homenagear a figura paterna, destacando o papel importantíssimo dessas...