Conheça as etapas de desenvolvimento da fala infantil

6 MINUTOS DE LEITURA
642
|
Pai conversa com o filho no berço

Escutar o bebê dizendo as primeiras palavras é um dos momentos mais esperados pela família. A gente se pega tentando adivinhar quais serão elas e até fica imaginando pequenos diálogos!

Mas o desenvolvimento da fala infantil não representa apenas esses momentos de emoção. A linguagem é um indicador do desenvolvimento neurológico, então, saber se ela está conforme o esperado é muito importante.

Conhecer as etapas do desenvolvimento da fala infantil ajudará você a entender se precisa buscar ajuda. Conversamos com Guilherme Krebs, psicoterapeuta infantil (CRP: 06/136294) na clínica multidisciplinar A&B, que trouxe informações relevantes para este conteúdo. Acompanhe!

Quais são as fases de desenvolvimento da fala infantil?

Guilherme divide essas fases em dois momentos importantes.

Pré-linguístico

Antes da fala já existe comunicação. Para aprender a produzir palavras, o bebê precisa se comunicar de outras formas: chora, balbucia, faz alguns sons, dá sorrisos e emite gestos. Por exemplo, aponta para o objeto que quer pegar. O período pré-linguístico envolve os 12 primeiros meses de vida.

Linguístico

“No final do primeiro ano para o começo do segundo, ele entra na fase linguística. Aqui, começa a combinar melhor os sons para montar as palavras”, explica o psicoterapeuta.

Dessa forma, o vocabulário aumenta de forma gradual. Aos 18 meses, fala palavras soltas. Entre 2 e 3 anos, começa a usar o plural. Aos 6 anos, a criança já cria frases longas e consegue aplicar algumas regras gramaticais.

Como identificar problemas no desenvolvimento da fala infantil?

Antes de tudo, tenha em mente que cada criança tem seu próprio ritmo de desenvolvimento. O que não pode existir é uma discrepância grande. Os seguintes comportamentos são pontos de atenção!

O bebê não acompanha sons

A família faz brincadeiras e o pequeno não se interessa. O chocalho também não parece ser divertido. Se isso acontecer, talvez mereça uma avaliação.

Por volta dos 6 meses de idade, é esperado que o bebê tenha atenção aos sons ao seu redor e consiga acompanhá-los. Esse é um processo importante para conseguir ir para as próximas fases, por isso uma dificuldade aqui pode impactar o desenvolvimento da fala infantil.

A criança tem 2 anos e não diz palavras

“Geralmente, o problema é percebido quando a criança entra na fase linguística, por volta dos 2 e 3 anos. Nessa idade, ela já consegue dizer que está com fome, sente sede ou tem dor de barriga. Se ela só se comunica por mímicas, é o momento de investigar”, aconselha Guilherme.

Fala errado aos 4 anos

Os adultos se derretem com pequenos erros nas palavras. Mas é esperado que, por volta dos 4 anos e meio, a criança não faça mais trocas de letras. Então, se ela costuma falar ‘fofó’, no lugar de ‘vovó’, por exemplo, vale a pena procurar um profissional, combinado?

Quais podem ser a causas do atraso no desenvolvimento da fala infantil?

Alguns dos motivos podem ser:

  • problema na audição: ela é fundamental para a criança entender as palavras e saber repeti-las;
  • alterações na língua: o freio da língua curto pode dificultar a formação das palavras;
  • alterações neurológicas: elas acontecem por várias razões, mas também influenciam no desenvolvimento da fala infantil;
  • mutismo eletivo: a criança só conversa com uma pessoa, ficando muda na presença de outras;
  • autismo: é uma desordem do desenvolvimento e costuma afetar a fala;
  • questões emocionais: a depressão infantil é uma possibilidade, por isso o desenvolvimento emocional infantil também precisa ser investigado;
  • ambiente: o ambiente em que a criança vive precisa ser rico em estímulos para que ela tenha mais facilidade;
  • timidez: pode ser um traço da personalidade, ou, ainda, estar relacionada à ansiedade infantil — de qualquer forma, merece atenção.

Como estimular a criança?

Os estímulos ajudam no desenvolvimento saudável, por isso separamos algumas ideias!

Narre o que você está fazendo

Desde os primeiros meses, no banho, ao vesti-lo e ao alimentá-lo, narre a situação. Diga o que está fazendo, usando frases elaboradas. E evite a linguagem muito infantil: ela pode incentivar a criança a falar errado.

Nomeie objetos do cotidiano

Nomeie os objetos, principalmente aqueles do cotidiano. Quando pegar a mamadeira, por exemplo, repita esse nome. Se o gato aparecer, ensine à criança que o bicho é um gato. Aos poucos, ele aprende a associar esses sons.

Coloque músicas

As músicas infantis animam e estimulam várias áreas do cérebro. São ainda ótimas formas de ensinar e também de divertir.

Leia para a criança

Que tal uma pequena história todos os dias? A criança aprende vocabulários, fica entretida e cresce com o gosto pela leitura. Lá na frente, ele ainda tem mais facilidade para aprender a ler e a escrever.

Deixe que a criança termine de falar

“Às vezes, a própria dinâmica da família pode influenciar nesse processo. Por exemplo, quando antecipa a fala da criança, completando as palavras, ou não espera que ela termine de se expressar”, aponta Guilherme. Assim, nada de impaciência, combinado? É importante esperar que a criança complete a frase.

Tenha jogos que estimulam

Brinquedos e jogos educativos contribuem para estimular o processo e ensinar a criança a formar palavras e frases. Sem contar que ela aprende brincando, o que deixa o momento mais lúdico e espontâneo.

Onde buscar ajuda?

Guilherme explica que o trabalho nessas situações costuma ser com uma equipe multidisciplinar. Assim, dependendo da causa, a criança pode ter ajuda de pediatra, fonoaudiólogo, psicólogo e otorrinolaringologista, por exemplo. “Uma equipe trabalhando junto facilita o processo e faz com que a criança se desenvolva mais rápido, além de proporcionar a ela um tratamento mais eficaz”, explica.

Na prática, cada profissional desenvolve um trabalho único. Depois, troca experiências, que podem ser úteis ao trabalho do outro. Por exemplo, o fonoaudiólogo trata os distúrbios da fala, mas pode perceber um problema emocional na criança. Então, o psicólogo atua nesse aspecto, por meio de ferramentas diversas. Um exemplo é usar a arte para as avaliações psicológicas

“Com a criança, tudo acontece por meio da brincadeira e do desenho, que são formas que ela usa para se comunicar. No meu trabalho, também faço sessões com os pais, para que tenham orientações adequadas”, completa Guilherme.

Cada criança é única e tem o seu próprio ritmo. Mas ao acompanhar o desenvolvimento da fala infantil, garantimos uma infância mais feliz e saudável. Além disso, um ambiente com estímulos adequados faz grande diferença, por isso sempre tenha jogos e brinquedos educativos, combinado?

Gostou de acompanhar as informações? Então assine a newsletter da Ri Happy e comece a receber dicas especiais sobre o desenvolvimento infantil!

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Imagem de duas mulheres e uma criança jogando videogames
0

Confira uma lista com 8 dos melhores jogos para PS4

Quem é apaixonado pelo mundo dos games certamente conhece o PlayStation. Esse console é um dos mais famosos para quem ama jogar, por isso está...
Imagem de duas crianças jogando xadrez
1326

Jogo de xadrez para crianças: conheça os benefícios e como incentivar os pequenos a jogar 

Depois da estreia de O Gambito da Rainha, na Netflix, muita gente voltou a se interessar pelo xadrez e viu quão divertido e emocionante é...
três crianças sentadas no chão da sala segurando controle jogando os melhor jogos do xbox one
0

Confira uma lista com os 6 melhores jogos do Xbox One

O mundo dos games é uma verdadeira paixão para todas as idades. Os gráficos incríveis e as histórias fantásticas tornam essa atividade muito divertida para...
lenda do saci|lenda do saci
3165

Conheça a lenda do Saci e o que as crianças podem aprender com ela

A lenda do Saci traz muitos ensinamentos. Por isso é interessante valorizá-la e contá-las às crianças. Em nosso post, falamos sobre o assunto. Confira!
pai e filho jogando bola em quadra representando os jogos para pai e filho
0

Jogos para pai e filho: 8 brincadeiras para se divertir!

Quer estreitar os laços com seu pequeno e não sabe como começar? Que tal programar um dia inteirinho com jogos para pai e filho? Assim,...
Comemoração dia dos pais
533

Dia dos Pais: curiosidades e ideias para comemorar em família

O Dia dos Pais é uma data megaespecial comemorada em todo o mundo. Seu objetivo é homenagear a figura paterna, destacando o papel importantíssimo dessas...