Como ensinar educação financeira para crianças? Veja 6 dicas

3 MINUTOS DE LEITURA
1317
Educação financeira para crianças|
Mãe e filho depositam moedas em porquinho

Educar crianças independentes e fazer com que se tornem conscientes sobre suas condutas estão entre os desafios da criação, não é mesmo?

É preciso ter atenção a como elas adquirem princípios para que, então, tenham um desenvolvimento infantil saudável. A educação financeira para crianças, por exemplo, está entre os temas mais importantes.

É por meio dos ensinamentos sobre finanças que elas crescem responsáveis, têm mais chance de conquistar os próprios sonhos e entendem a importância de pensar no futuro.

Continue a leitura e veja 6 dicas para uma boa educação financeira infantil!

1. Dê uma mesada

Entenda a mesada como uma forma de contribuir para o autocontrole. Por isso, analise um valor que caiba dentro do orçamento familiar e que seja compatível com a maturidade da criança. Com essa quantia mensal, ela começa a perceber a necessidade de não gastar o dinheiro à toa, para que consiga fazê-lo render até o fim do mês.

Se acabar antes, nada de adiantar a próxima mesada ou de cair na tentação de completar para que ela compre algo que deseja, combinado? É fundamental que a criança compreenda a consequência de não saber administrar a grana.

2. Incentive um cofrinho

O cofrinho é como se fosse uma pré-poupança. A ideia é mostrar como vale a pena separar um pouco de dinheiro todo mês e guardá-lo para quando surgir algo que seja muito interessante. Com o tempo, as crianças podem, ainda, aprender sobre investimentos.

3. Insira o assunto nas conversas

Algumas famílias fogem de assuntos sobre dinheiro quando estão perto de filhos, sobrinhos e netos. Não é necessário deixá-los a par de todos os detalhes, porém, se deseja uma educação financeira para as crianças, é interessante que esse assunto não seja tabu. Elas podem saber quanto custa a escola ou se a família precisa economizar para que todos possam fazer uma viagem legal no fim do ano.

4. Tenha cuidado com exemplos negativos

A conta está no vermelho? A meninada pode até saber se a família está com dívidas ou passa por um momento de mais dificuldades. No entanto, se essa for a realidade, assuma os erros e ensine como fazer melhor. Além disso, evite sair gastando tudo na frente delas.

5. Converse sobre objetivos e sonhos

rihappy rihappybrinquedos image 129

Todos temos pequenos objetivos que precisam de dinheiro para que sejam realizados. Nós adultos queremos, por exemplo, um carro novo ou mobílias para a casa. As crianças, por sua vez, desejam algo mais do mundo delas, como brinquedos e jogos. Converse com elas sobre esses interesses e ajude-as a criar um planejamento financeiro para as conquistas.

6. Invista em livros infantis e brinquedos

Que tal ensinar com diversão? Brinquedos e educação são uma boa combinação. Existem livros infantis que contam histórias envolventes, com linguagem simples. Há, também, jogos que ensinam matemática, ao mesmo tempo que estimulam o raciocínio lógico que, mais tarde, ajudará nas continhas.

A educação financeira para crianças faz parte de um desenvolvimento infantil saudável. Por isso, invista em diversas formas de ensinar bons valores à meninada, fazendo com que se tornem adultos responsáveis e felizes.

Gostou das nossas dicas? Aproveite e conheça alguns jogos para ajudar na educação financeira infantil!

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

Kaboom

Leia Mais

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *