Enjoo na gravidez: tudo o que você precisa saber

3 MINUTOS DE LEITURA
1215
mulher sentindo enjoo na gravidez

No meio de tantas emoções e mudanças que costumam surgir nos primeiros meses de gestação, tem uma coisa que costuma incomodar muito a mamãe: o enjoo na gravidez. A intensidade do desconforto pode variar bastante de uma gestante para outra, mas é um sintoma muito comum.

Apesar de ser uma situação desconfortável, dá para passar por essa fase de forma mais tranquila e aliviar a sensação com algumas dicas simples. A seguir, descubra porque os enjoos acontecem e como minimizar os efeitos. Boa leitura!

Quando acontecem os enjoos na gravidez?

São muitas mudanças no corpo da grávida, principalmente as que acontecem nas primeiras semanas de gravidez. A maior parte dos estudos científicos sobre o tema indicam que os enjoos podem estar relacionados às alterações hormonais que acontecem depois da fecundação — entre elas, o aumento das taxas do HCG (Hormônio Gonadotrofina Coriônica Humana) e da progesterona.

Em geral, quando começam os enjoos na gravidez, a mulher já está em torno da 5ª ou 6ª semana de gestação. Mas, isso pode variar de uma gestante para outra, bem como há aquelas que não apresentam nenhum sintoma desse tipo.

O que fazer para aliviar os enjoos na gravidez?

O primeiro trimestre costuma ser o mais intenso em náuseas e desconforto. Contudo, eles tendem a diminuir tanto em termos de frequência quanto intensidade a partir do 4º mês. Depois do 5º mês, são raros os casos em que o enjoo persiste.

É importante conhecer o corpo para entender os primeiros sinais de uma crise de enjoo e descobrir o que funciona melhor em cada caso. De qualquer forma, algumas ações simples, como cuidar da alimentação na gravidez, costumam ajudar.

Consumir alimentos cítricos

Algumas mães relatam que comer frutas como limão, laranja, morango ou abacaxi ajuda a aliviar o desconforto. O consumo moderado de gengibre também pode ajudar.

Evitar alimentos muito fortes

Comidas gordurosas, ricas em açúcar ou muito condimentadas, podem acentuar o desconforto dos sintomas. Por isso, priorize uma alimentação mais saudável, diversificada e rica em nutrientes.

Beber bastante água

Hidratação é fundamental em qualquer etapa da vida, mas é especialmente importante durante a gravidez. A água com gás bem gelada ajuda a diminuir o enjoo na gravidez, e você ainda pode colocar umas gotas de limão para melhorar o resultado ou fazer cubos de gelo aromáticos.

Alimentar-se com frequência

É melhor fazer pequenas refeições em intervalos menores do que comer uma grande quantidade de alimentos de uma única vez. Tenha sempre à mão alguns biscoitos tipo água e sal, por exemplo, para forrar o estômago numa emergência ou ao acordar.

Algumas gestantes costumam ter episódios de enjoo pela manhã, depois de um longo período em jejum. Comer uma pequena porção de algum alimento seco, até mesmo antes de sair da cama, pode ajudar a evitar isso.

Evitar cheiros fortes

Esse não é o momento de testar um novo perfume ou exagerar nas fragrâncias dos produtos de limpeza, certo? Portanto, evite o contato com cheiros intensos que possam desencadear a crise.

Apesar de o enjoo na gravidez ser comum, ele não pode impedir você de curtir esse momento tão especial. O equilíbrio emocional e os cuidados com a saúde ajudarão você a passar por esse desconforto de forma mais suave.

Quer receber os melhores conteúdos sobre gravidez e outros temas relacionados? Assine nossa newsletter! 

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

Kaboom

Leia Mais

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *