Fotografia infantil: 6 dicas para eternizar momentos incríveis

6 minutos para ler

As fotografias são uma forma de eternizar um momento especial e poder dividi-lo com quem amamos. Você com certeza se lembra com carinho dos álbuns com registros de família, recordações da infância e acontecimentos importantes, não é mesmo?

Para envolver a turminha, a fotografia infantil pode ser feita em casa, sem precisar de grandes produções, para eternizar ocasiões incríveis. Inclusive, é uma ótima alternativa para que as crianças possam relembrar a infância e ter boas memórias. O essencial é que os registros transmitam o sentimento verdadeiro, então vale a pena ter cuidado e dedicação para que a turminha fique confortável.

Quer algumas inspirações para acertar em cheio? A seguir, você descobrirá como fazer fotos da criançada com 6 dicas simples. Confira!

1. Invista em um cenário significante

Criar um cenário interessante é o primeiro passo para entrar no clima da sessão de fotos. É importante que, além de bonito, o cenário tenha a ver com a temática do ensaio fotográfico para que o resultado seja único.

Escolher um ambiente espaçoso e que dê para decorar à vontade é uma ótima pedida. Envolva a criançada na experiência pedindo ideias de temas para as fotos; a imaginação infantil não tem limites.

Também é essencial pensar na roupa que a criança vai usar a fim de que todos os detalhes conversem entre si. É claro que não precisa estar tudo combinando. Se o cenário for verde, por exemplo, a criança usar o mesmo tom não dará profundidade para os registros. Portanto, é preciso pensar em uma paleta de cores que gere contraste e vida para o ensaio.

Outra boa ideia é fazer um cenário que conte uma história, pois isso garante belos cliques. Fotografar a turminha no quintal ou em um parque também pode render, e não é necessário mexer em quase nada, afinal, a natureza já cria o plano de fundo perfeito, né?

2. Torne o ensaio uma grande brincadeira

fotografia infantil

Simplesmente pedir para que as crianças fiquem paradas e bater fotos não vai elaborar algo criativo e diferente. Por isso, para que a experiência seja divertida, encare o momento como uma oportunidade de ativar o #ModoBrincar.

Vale incluir no ensaio brinquedos e itens lúdicos que chamem a atenção da criança e façam com que ela queira interagir. Anote a dica: a fotografia infantil com movimento fica mais interessante.

A turminha ainda pode usar fantasias e viver um faz de conta durante o ensaio para que fique natural. A você, caberá a missão de capturar as melhores fotos. Outras opções para dar movimento aos registros são apostar em bolinhas de sabão, em serpentinas de carnaval e no confete.

Enquanto um adulto sopra as bolinhas ou joga os itens na direção dos pequenos, eles se divertem sem perceber que estão sendo fotografados.

3. Não apresse ou force a criança

Se a criança estiver aborrecida ou com sono, não adianta forçá-la para tirar fotos, já que o resultado virá na forma cliques ruins. É fundamental que a turminha esteja à vontade e tranquila para que possa se divertir e tirar fotografias incríveis.

Então, não se esqueça de fazer o ensaio no ritmo das crianças. Respeite os seus limites e atente a qualquer sinal de cansaço ou irritação. Se a molecadinha não quiser posar naquele cenário, não adianta forçar. O melhor é conversar ou tentar achar outra alternativa.

Garanta que a turma esteja com energia e bem alimentada. Aliás, montar um piquenique e tirar fotos enquanto as crianças se deliciam é uma sacada e tanto. O objetivo da fotografia infantil é eternizar momentos alegres e especiais — e não deve ter a ver com uma experiência na qual a criança não se diverte.

4. Aproveite atividades em grupo

As atividades em grupo costumam dar cliques inesquecíveis e, por estarem se divertindo, os pequenos nem reparam que a ocasião está sendo fotografada. Além do piquenique, que tal montar atividades de pintura com tintas coloridas para dar vida aos registros?

Momentos em família também são ótimas inspirações: um almoço em família ao ar livre, brincar de teatro na sala, o clube da leitura da semana, viagens com as crianças — todas essas opções podem ser eternizadas. Em uma atividade em grupo, é mais fácil capturar um sorriso verdadeiro e interações com familiares, amigos e animais de estimação.

5. Tenha bastante luz disponível

Para que as fotos fiquem melhores, é importante caprichar na qualidade, tá? Portanto, além de ter uma boa câmera, é essencial escolher um local com bastante luz. Um ambiente bem iluminado traz um ar profissional para as fotografias e deixa o resultado incrível.

O ideal é aproveitar a luz natural na fotografia infantil. Prefira fazer ensaios fotográficos pela manhã, que é quando a iluminação é a ideal. Ao definir o cenário, faça questão de que seja o local com maior iluminação, mas garanta que o fundo não reflita tanta luz para que a foto não fique clara demais.

Ter um plano de fundo com tons fechados é uma boa saída para melhorar as cores e evitar que o tom branco saia em excesso.

6. Seja rápido

Crianças estão se mexendo a todo momento, principalmente em um ensaio com uma turminha grande. Por isso, é fundamental ser rápido para capturar os melhores ângulos. Tire algum tempo para entender a dinâmica da criançada e como se move; assim, você descobrirá para que lado virar a câmera.

Não adianta tentar falar para que a molecadinha segure a pose. É sua tarefa conseguir fotografar momentos inusitados e divertidos. Outra dica é estar sempre na altura das crianças para que os registros tenham uma boa perspectiva.

Busque não chamar muita atenção para si quando estiver fotografando para que a criançada se solte e não fique em alerta, combinado?

Além das dicas acima, a fotografia infantil exige atenção total à galerinha. Se as crianças não estiverem se divertindo ou caso se sintam cansadas ou de mau humor, é essencial parar a atividade e entreter a turminha de um jeito melhor. Assim, será possível ter registros incríveis de momentos especiais!

Quer outras dicas e ficar sempre por dentro? Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário