Nascimento dos dentes dos bebês: tudo que você precisa saber

6 MINUTOS DE LEITURA
273
Nascimento dos dentes
Nascimento dos dentes

Os primeiros meses de um recém-nascido — e de seus pais — são muito intensos. Ocorrem inúmeras transformações em pouco tempo e algumas podem trazer desconforto para o bebê, como é o caso do nascimento dos dentes.

Apesar de ser um momento bastante aguardado, essa é uma fase que pode gerar muito incômodo para a criança. Para algumas pode até ser bem tranquila, outras porém podem ficar mais irritadas e sensíveis. Confira neste artigo tudo que você precisa saber para ajudar seu pacotinho a ficar zen nesse período.

Em que idade os dentes do bebê começam a nascer?

O consenso entre os especialistas é que os primeiros dentes começam a despontar perto dos 6 meses. Contudo, isso não é uma regra, e pode ocorrer em períodos diferentes para cada criança. Ainda assim, está tudo dentro da mais perfeita normalidade.

Em alguns bebês, mais apressadinhos, o processo pode iniciar com apenas 3 meses, enquanto em outros pode demorar até quase 1 ano. Também não há uma ordem rígida sobre quais serão os primeiros dentinhos a aparecer. De qualquer forma, o mais comum é a sequência a seguir:

  • de 6 a 10 meses são os incisivos centrais inferiores;
  • de 8 a 12 meses são os incisivos centrais superiores;
  • de 9 a 13 meses são os incisivos laterais superiores e inferiores;
  • de 10 a 16 meses são os primeiros molares superiores e inferiores;

Até os 30 meses a criança estará com a primeira dentição completa, sendo finalizada com o nascimento dos caninos e os segundos molares superiores e inferiores. Os dentes de leite permanecem até os 6 anos e depois serão substituídos pelos definitivos.

Quais são os sinais de nascimento dos dentes?

Novamente, isso pode variar de um bebê para outro. O nascimento dos dentes costuma trazer algum desconforto, mas sem grandes problemas. Mas, para alguns pequenos, ele pode ser um pouco mais difícil, causando uma certa irritação e muito choro.

Os sinais de erupção podem ser duradouros e se estender por semanas antes que o dentinho realmente desponte. Os sintomas mais comuns são o aumento da salivação — prepare os babadores, eles serão muito úteis para manter a roupinha seca — irritabilidade, sensibilidade na gengiva e o impulso de morder tudo que veem pela frente, inclusive a sua mão.

O início da dentição também pode alterar a rotina de sono e alimentação do bebê. Não é consenso entre os médicos, mas alguns pais relatam alteração no funcionamento do intestino e até o aumento da temperatura corporal, deixando a criança em estado febril. Nada com que se preocupar, apenas muita paciência e carinho, e logo ele estará sorrindo de novo.

Como ajudar nos desconfortos da criança nesse momento? 

Apesar de fazer parte do desenvolvimento do bebê, é muito difícil para os pais presenciarem a criança incomodada sem poder ajudar a amenizar a situação. Não há nada que vá eliminar o desconforto de uma vez, mas algumas ações podem aliviar um pouco o inchaço e a irritação das gengivas.

Mordedores

Brinquedos macios ou mordedores de borracha ajudam a massagear a gengiva. Uma dica é colocar o item na geladeira por alguns minutos para que eles fiquem geladinhos. A temperatura fria ajuda a reduzir o inchaço e traz uma sensação de alívio. Você pode ter dois ou três mordedores sempre fresquinhos e ir revezando.

Alimentos gelados

Outra maneira de usar a compressa é oferecer alimentos frios ou gelados. Lembre-se, porém, de respeitar a fase alimentar do pequeno. Papinhas ou frutas macias podem ser uma boa opção.

O sorvete de leite materno também é uma maneira de suavizar os sintomas do nascimento dos dentes. Além de ser nutritivo, a baixa temperatura ajuda a reduzir o inchaço e aliviar a dor.

Com as mãos e bicos limpos, retire um pouco de leite, coloque em um recipiente esterilizado e feche. Deixe esfriar por 1 ou 2 minutos em um pouco de água gelada e depois coloque no congelador por, no máximo, 15 minutos. Use o picolé no máximo duas vezes ao dia para não atrapalhar a amamentação.

Compressas

Você também pode umedecer uma gaze ou fralda de pano com um chá de camomila gelado e fazer uma suave massagem com o dedo na região afetada. Existem alguns produtos no mercado que prometem aliviar o desconforto, mas, antes de usar qualquer um deles, peça orientação ao pediatra.

Nem sempre a composição é tão inocente como apresentada na embalagem, e pode conter algum tipo de anestésico. Normalmente são substâncias não recomendas para uso em crianças, sem a orientação médica.

Outros cuidados

Não é só a parte interna da boquinha que precisará de cuidados. As bochechas e o pescoço podem ficar irritados por causa do excesso de saliva. Por isso, é muito importante mantê-los sempre sequinhos.

Deixe sempre um paninho macio por perto para secar o bebê e, eventualmente, faça uso de pomadas para assaduras para protegê-lo. Certifique-se de que o creme é seguro, caso seja ingerido de forma acidental.

Uma massagem relaxante no corpinho (shantala) e um banho morno também podem ajudar a melhorar o humor do pequeno, aliviando o estado de irritação causado pelo desconforto do nascimento dos dentes.

Quando começar com a rotina de higiene bucal?

Não há unanimidade entre os especialistas, mas é uma recomendação no Ministério da Saúde, que deve-se começar a higiene bucal antes mesmo do nascimento dos dentes. Ela pode ser feita com o auxílio de uma gaze ou fralda de tecido estéril, umedecida em água filtrada e fervida.

Faça movimentos suaves sobre a gengiva para remover os resíduos de leite. A manobra deve ser muito delicada para que não haja fricção exagerada que possa lesionar a mucosa da boquinha.

Depois que o primeiro dente surgir, você poderá usar uma escova dental com cerdas bem macias, que ajudará a limpar o dente e ainda massagear a gengiva. Lembre-se de escolher um modelo que tenha a cabeça pequena e seja apropriada para a idade.

Muito mais do que contribuir para a saúde bucal, essa rotina ajudará a desenvolver na criança o hábito de escovar os dentes diariamente quando for mais velha.

Todos esses cuidados com o nascimento dos dentes podem tornar essa fase menos desconfortável tanto para o bebê quanto para os pais. Talvez o maior benefício de todo esse carinho e dedicação seja o fortalecimento ainda maior do vínculo entre vocês.

Sempre que precisar de algum item para cuidar do seu bebê, pode contar com a gente! Confira todos os modelos de mordedores na nossa loja on-line!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Imagem de duas mulheres e uma criança jogando videogames
0

Confira uma lista com 8 dos melhores jogos para PS4

Imagem de duas crianças jogando xadrez
1326

Jogo de xadrez para crianças: conheça os benefícios e como incentivar os pequenos a jogar 

três crianças sentadas no chão da sala segurando controle jogando os melhor jogos do xbox one
0

Confira uma lista com os 6 melhores jogos do Xbox One

lenda do saci|lenda do saci
3165

Conheça a lenda do Saci e o que as crianças podem aprender com ela

pai e filho jogando bola em quadra representando os jogos para pai e filho
0

Jogos para pai e filho: 8 brincadeiras para se divertir!

Comemoração dia dos pais
533

Dia dos Pais: curiosidades e ideias para comemorar em família