Parentalidade consciente: entenda o conceito e saiba quais benefícios ele traz ao ambiente familiar

5 MINUTOS DE LEITURA
2621

Muitas vezes, a educação dos filhos gera dúvidas sobre como agir em determinadas situações. Afinal, ser responsável pelo desenvolvimento de outro ser humano é uma experiência gratificante, mas desafiadora. O conceito de parentalidade consciente pode ajudar nesse momento.

A abordagem propõe a conexão entre pais e filhos, valorizando o autoconhecimento e o respeito mútuo. Ela contribui para a criação de uma família feliz, trazendo vantagens para crianças e adultos. A seguir, entenda como essa proposta funciona e veja dicas para colocá-la em prática!

O que é parentalidade consciente?

O conceito de o que é a parentalidade consciente se refere a uma abordagem educacional na qual os pais reconhecem as necessidades individuais dos filhos, tendo como base os princípios da atenção plena (mindfulness).

Isso significa se concentrar no presente, de forma não avaliativa, sem julgamentos, tornando-se consciente de pensamentos, emoções e sensações físicas. O objetivo é valorizar a autoaceitação, oferecendo uma nova perspectiva à parentalidade.

Os pais são encorajados a refletir sobre experiências, dores, medos, angústias e alegrias, respondendo de maneira consciente aos desafios da criação dos filhos. Na prática, a ideia é abandonar os julgamentos e priorizar as necessidades de cada um, sem transferir as próprias expectativas para as crianças.

Quais benefícios a parentalidade consciente traz para pais e filhos?

Ao compreender o significado da parentalidade consciente, os adultos podem confiar nos próprios instintos, em vez de se deixarem guiar por opiniões ou medos. Assim, fica mais fácil colocar-se no lugar da criança e entender melhor as necessidades dela.

Quando posto em prática, o conceito ajuda a melhorar a relação familiar, fortalecendo vínculos emocionais, estimulando a autonomia das crianças e favorecendo o diálogo.

Fortalecimento dos vínculos emocionais

A conexão emocional com a família é essencial para o desenvolvimento saudável dos pequenos. Ao praticar a parentalidade de maneira consciente, é possível estreitar a relação entre pais e filhos, estimulando esse vínculo e tornando o ambiente mais harmônico.

Aumento da autonomia das crianças

Em um ambiente em que a parentalidade consciente é uma realidade, as crianças desprendem-se das expectativas dos pais. Com isso, podem exercer a autonomia, tornando-se adultos mais independentes e determinados.

Estímulo ao diálogo

Para trazer essa prática educacional ao cotidiano familiar, é necessária uma mudança de paradigma. Nesse contexto, o comportamento da criança deve ser interpretado, tornando a comunicação fundamental. Consequentemente, há forte estímulo ao diálogo entre pais e filhos.

Dicas para colocar o conceito em prática

Agora que você já sabe o que é parentalidade consciente e quais são os principais benefícios dela, que tal colocar o conceito em prática? Veja algumas dicas!

Questione as próprias atitudes

Na parentalidade positiva, é necessário ter consciência das próprias ações. Então, questione os motivos de suas reações e entenda por que você faz certas exigências, como impor horários para os filhos dormirem.

Isso não significa deixar de estabelecer limites. Contudo, é possível exercitar a autoridade e a hierarquia de maneira empática, avaliando se suas atitudes são saudáveis ou não.

Compreenda a criança e coloque-se no lugar dela

É importante avaliar as situações a partir da perspectiva da criança, tentando entender a intenção dela com cada ação. O comportamento também é uma forma de comunicação e pode indicar necessidades não atendidas.

Em vez de punir ações inapropriadas, como birras, corrija-as ensinando formas positivas de reagir aos acontecimentos que estão afligindo o pequeno. Dessa forma, você o ajuda a se sentir bem para se comportar bem.

parentalidade consciente interna

Interaja com os filhos

Essa nova forma de parentalidade evidencia a importância dos pais na vida dos filhos. Então, crie momentos de descontração, nos quais toda a família possa interagir de forma divertida.

Fazendo isso, é possível fortalecer o vínculo familiar e tornar a educação mais leve. Uma boa dica é utilizar brincadeiras, como passatempos com bola ou jogos de tabuleiro.

Liberte-se da bagagem emocional

Muito do que é transmitido aos filhos reflete a própria criação dos pais. É comum copiar a educação recebida, criando padrões repetitivos. É importante centrar a educação na criança, deixando de lado problemas não resolvidos do passado.

Uma forma de fazer isso é aceitar quem você é e refletir sobre a origem dos seus padrões de comportamento. A partir daí, escolha qual deles deseja reproduzir, criando uma educação personalizada.

Demonstre compaixão e empatia nos momentos de dificuldade

É normal que as crianças não saibam como reagir em momentos de adversidade e demonstrem isso com atitudes agressivas. No entanto, uma resposta gentil pode ajudar a regular o sistema nervoso, mesmo quando os pequenos se comportam mal.

Utilize a motivação quando as crianças estiverem diante de novos desafios e sentirem-se confusas. Elas perceberão que podem confiar em você, tomando o seu comportamento amistoso como exemplo.

Confira dicas para toda a família

Inspire-se neste conteúdo e utilize o conceito de parentalidade consciente para construir um relacionamento familiar cada vez mais saudável. Continue por dentro de todas as dicas do blog Modo Brincar e confira as novidades da Ri Happy!

Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *