A importância das personagens femininas para o empoderamento das meninas

Imagem de uma criança vestida de super heroína ao lado de um cachorro.

Ariel, Bela, Sininho ou Alice são apenas algumas das personagens femininas que marcam presença nas mais lindas histórias. Porém, de uns tempos para cá, o perfil das protagonistas dos desenhos e dos filmes infantis passou por uma mudança considerável. Há uma incrível versatilidade nas características físicas e de personalidade dessas princesas, que, cada vez mais, afastam-se do estereótipo de donzela em perigo.

Histórias são uma das ferramentas mais incríveis para o aprendizado. Permitir que as meninas acessem vários lados da força feminina a partir de brincadeiras e ferramentas como jogos, desenhos e cinema, além de livros e dos benefícios da leitura, é uma oportunidade bastante valiosa para o desenvolvimento de todo o potencial das garotas.

Pensando nisso, preparamos um post especial para falar sobre o papel das personagens femininas na vida das crianças e a importância da representatividade delas. Ao final, você ainda confere dicas importantes para trabalhar o empoderamento das mocinhas.

Interessou? Então, é só continuar a leitura para saber mais!

Qual é a importância da representatividade das personagens femininas?

brincar é uma das experiências mais ricas na jornada de uma criança. Por meio de jogos, livros, bonecas e bonecos, os pequenos são fortemente impactados pela maneira como encaram a construção do mundo.

Inserir personagens femininas fortes nas brincadeiras é transformador, pois permite que as garotas tenham uma referência sólida de coragem e de sucesso, além de trabalhar com os garotos a compreensão de que as mulheres são igualmente capazes de alcançar tudo o que querem, não importa quem sejam.

Muito além de princesas e de bruxas

Quando uma menina brinca de boneca, ela acessa uma ampla gama de possibilidades para o seu desenvolvimento. É o mundo do faz de conta, por meio do qual histórias são contadas e interações acontecem.

Personagens como Elsa, em Frozen, são figuras femininas fortes e determinadas que quebram as barreiras do que era imaginado para princesas — extremamente frágeis e dependentes da figura masculina. Como dissemos, é bem diferente das tradicionais princesas da Disney que esperam ser salvas por um príncipe em um cavalo branco.

No filme, ela canta: “Os medos que uma vez me controlaram não chegam nem perto de mim”, demonstrando coragem para superar as dificuldades. Alguns outros benefícios da representatividade das personagens femininas nas brincadeiras são:

  • colocam as mulheres como protagonistas das histórias em um universo até então dominado por heróis e príncipes;
  • permitem que as crianças se vejam nas histórias como figuras corajosas, persistentes e talentosas (tanto para meninos quanto meninas);
  • mostram que existem mulheres com destinos e carreiras variadas e não apenas a princesa dócil ou a bruxa má.

Cada vez mais, as mulheres estão assumindo papéis de liderança no mercado de trabalho e no lar. Encorajar as crianças a enxergarem as personagens femininas dessa forma desde cedo contribui para que o futuro seja ainda mais transformador. Para os cuidadores, essa é a parte da parentalidade consciente, a qual é fundamental na educação e no brincar.

Protagonismo em histórias tipicamente masculinas

No mundo dos super-heróis, as personagens femininas estão ganhando crescente destaque e, nas prateleiras das lojas de brinquedo, dividem espaço com figuras até pouco tempo 100% masculinas. É o caso da Feiticeira Escarlate, também conhecida como Wanda. Ou mesmo da Natalia Romanova, a Viúva Negra, com habilidades de luta, de artes marciais e muita inteligência.

Outra figura recente é Raya, protagonista na animação Raya e o Último Dragão, uma guerreira corajosa que é a tradução da força das personagens femininas da nova geração. Sua determinação inspira, assim como cativa a tradicional história da Mulher Maravilha — super-heroína da DC Comics que fez sua primeira aparição em 1941, mas apenas recentemente cresceu em seu protagonismo.

Quais personagens femininas podem inspirar as crianças?

Fortes, corajosas e, definitivamente, distantes do estereotipo de donzelas em perigo. Por sorte, hoje existe uma série de personagens femininas que podem inspirar meninas a seguirem seus caminhos e se tornarem protagonistas de suas próprias histórias. E sem se apoiarem na figura masculina para construir uma identidade forte e verdadeira.

Neste tópico, selecionamos algumas personagens femininas que têm muito a ensinar, tanto para meninas como para meninos. Continue acompanhando e saiba mais!

Mulan

Mulan é corajosa e forte. Ela decide servir o Exército Imperial Chinês no lugar de seu pai, que não tem condições de lutar na guerra por estar idoso e doente. Para isso, a garota corta seus cabelos, assume a identidade de um homem e enfrenta um treinamento pesado para conseguir empunhar uma espada no campo de batalha.

Ninguém acreditava nela. E, para falar a verdade, nem ela mesma. A tarefa, de fato, não é fácil, mas Mulan persiste, encontra em si uma força inimaginável e se torna uma verdadeira guerreira. Ela age com bravura, assumindo riscos e seguindo em frente. Um verdadeiro exemplo de determinação e de força!

A personagem feminina da Disney, da animação de 1998 quanto do live-action de 2020, foi inspirada em uma fábula tradicional chinesa composta por volta de 400 d.C. “A Balada de Mulan” foi passada como herança por gerações e gerações, fazendo parte do folclore nacional chinês.

Lisa Simpson 

Lisa Simpson é inteligente, talentosa e defensora do girl power. Com apenas oito anos de idade, ela foge completamente do estereótipo de princesa em apuros, mostrando uma série de qualidades e de características que não são comuns para alguém de sua idade. Por exemplo, ela é vegetariana, toca saxofone, é budista e tem uma natureza muito questionadora.

Além de tudo isso, ela defende minorias e gosta de animais e do meio ambiente. Um baita exemplo, não acha? Para alguns, pode ser considerada uma personagem femininachata, mas a verdade é que Lisa é autêntica e sabe que pode ser muito mais do que realmente é: sabe que não pertence ao lugar que está e pode ir mais além, mesmo que ainda se sinta insegura em alguns momentos.

Moana 

Moana não poderia ficar de fora dessa lista de personagens femininas fortes que inspiram meninas! Sua história estava determinada: ela seria a futura governante de sua aldeia na Polinésia, mas o destino muda quando é escolhida para embarcar em uma aventura pelo oceano para salvar seu povo.

A jovem, que é uma princesa, sai totalmente daquele modelo clássico de contos de fadas: luta, pilota barcos, enfrenta vilões e mostra-se tão forte quanto qualquer figura masculina da animação.

Outro ponto legal é que Moana parece mais com uma menina real, sabe? Para ter uma ideia, seus cabelos despenteiam, diferentemente das madeixas de outras princesas da Disney, por exemplo. Suas vestimentas são típicas da população do Pacífico, e ela tem um galo atrapalhado que come pedra como bichinho de estimação.  

Mulher-Maravilha 

Uma curiosidade interessante é que Diana Prince, ou, melhor, a Mulher-Maravilha, foi criada em 1941 por um homem, o psicólogo William Moulton Marston, que acreditava que as mulheres deveriam dominar o mundo. Essa personagem virou símbolo da luta feminista e foi a primeira heroína a pintar em histórias em quadrinhos. Bacana, não é mesmo?

Houve várias adaptações das histórias da Mulher-Maravilha ao longo dos anos, incluindo séries televisivas e produções cinematográficas, mas, em suma, a personagem não perdeu sua essência. Filha de Zeus com a guerreira Hipólita, Diana é forte, corajosa e independente, inspirando até hoje mulheres de muitas gerações. 

Merida 

Merida é a heroína de Valente, uma animação da Pixar perfeita para curtir com toda a família! E assim como as demais personagens femininas da nossa lista, essa princesa quebra estereótipos e mostra que não precisa usar a figura masculina como fio condutor para construir sua própria identidade e história.

A jovem escocesa tem um talento nato para o arco e flecha, é bastante competitiva e tem desejo intenso de ser livre. E, claro, ela é realmente valente. Talvez uma das princesas mais corajosas e questionadoras que a Disney já criou.

Por isso, para salvar sua família de um feitiço terrível lançado por uma bruxa, ela embarca em uma jornada perigosa para resgatar antigas histórias. Um ponto alto de toda a trama de Valente é que, apesar de Merida ser forte corajosa, ainda precisa se transformar e amadurecer, e é interessante vê-la trilhar esse caminho praticamente sozinha, confiando apenas em si.

Coraline

A história de Coraline é um clássico do escritor Neil Gaiman, sabia? A menina se muda com os pais para uma casa antiga, mas está descontente por ter deixado sua vida para trás e, ainda, aborrecida por ter que lidar com novos vizinhos. Para piorar, seus pais não dão atenção à pequena, e ela se sente completamente sozinha e sem amigos.

Coraline é bastante curiosa e decide fazer suas explorações sozinha pela nova casa. Um dia, descobre uma porta atrás da parede do quarto, que a leva para um universo paralelo. Por lá, encontra uma nova versão de sua vida — aparentemente, melhor. 

No começo, tudo é bacana, e ela até pensa em fugir para sempre. Porém, o que era bom acaba se tornando um verdadeiro pesadelo, e ela precisa enfrentar seus medos. Essa personagem femininamostra que coragem não significa ausência do medo e que, apesar dele, é possível seguir adiante para fazer o que é realmente certo. 

Imagem de uma boneca da personagem feminina, Mulher Maravilha.

Quais animações trazem lições de empoderamento? 

Além dessas personagens, existem animações infantis que trazem lições valiosas de empoderamento para as garotas. Elas divertem e encantam, mas também ajudam a desconstruir estereótipos logo na infância. Mostram, ainda, que a igualdade entre meninas e meninos pode e deve acontecer. Confira só!

Hora de Aventura 

Esse desenho foca as aventuras de Finn, o humano, e Jake, o cão na distante terra de Ooo em um futuro pós-apocalíptico. Apesar de apresentar protagonistas masculinos, a animação Hora de Aventura traz personagens femininas importantes, como a Princesa Caroço, a Princesa Jujuba e a Princesa do Fogo. Com frequência, salvam seus reinos sem precisar recorrer a um príncipe para isso.

Há também a excêntrica Marceline, a Rainha dos Vampiros, uma menina de personalidade forte e brincalhona, que toca baixo e consegue se expressar muito melhor através da música. Assim como as demais meninas, ela escolhe o que quer para si, sem a necessidade de ser guiada por outros para encontrar o seu final feliz.

É bacana ver que todas as princesas têm um papel importante na Terra de Ooo e que são tão fortes, inteligentes e corajosas como os protagonistas. Outro ponto alto dessa animação é que ela toca em temas sensíveis, como política, sexualidade e discriminação, de maneira bastante sutil e descontraída.

Turma da Mônica 

É impossível falar de empoderamento de meninas sem mencionar a Turma da Mônica. Mesmo que hábitos e costumes tenham mudado ao longo dos anos, esse desenho influenciou e ainda influencia milhares de crianças. Elas enxergam a protagonista como alguém forte e que não se deixa abater quando é chamada de dentuça, baixinha e gorda.

Há quase 60 anos, as personagens femininas da Turma da Mônica, como Magali, Rosinha e Dorinha, mostram para meninas que elas são únicas, podem ser muito mais do que esperam e não precisam se encaixar em padrões para serem aceitas. Além disso, é possível e necessário haver igualdade entre garotas e garotos.

E a Mauricio de Sousa Produções tem se empenhado em inspirar meninas pelo Brasil, sabia? Por meio do projeto Donas da Rua em parceria com a ONU Mulheres, a empresa criada por Mauricio de Sousa reúne histórias reais de mulheres para promover empoderamento feminino e incentivar o respeito e a igualdade de oportunidades. Vale a pena conhecer a iniciativa!

Lilo & Stitch 

Lilo & Stich é um filme repleto de ensinamentos poderosos e lições de empoderamento importantes. É difícil não aprender algo com essa animação da Disney, viu? Lilo é uma garotinha que acaba de perder seus pais e que sente dificuldades em fazer amizades na escola porque seus colegas a acham estranha. Ela sofre bullying por ser diferente e fica muito mal por conta disso.

Esse problema afeta diretamente a relação com sua irmã, a Nani, que não consegue lidar muito bem com a pequena. A irmã de Lilo, inclusive, é uma personagem feminina bastante forte e que assume muitas responsabilidades.

Afinal, ela precisa lidar com a partida precoce dos pais, cuidar da irmã pequena e, ainda, tornar-se a chefe da casa. Mesmo passando por adversidades, ela não desiste e segue buscando meios para se virar e arrumar um emprego.

Já Lilo é sensível, adora Elvis Presley e desenvolve uma relação especial com Stich, um alienígena rebelde que conhece o valor da amizade e da boa conduta graças à menina.

A Viagem de Chihiro 

Essa é uma animação do famoso Studio Ghibli perfeita para aproveitar em família. Chihiro é uma menina de 10 anos que precisa embarcar em uma jornada corajosa ao mundo dos espíritos para salvar seus pais de uma maldição terrível que os transformou em porcos.

Para isso acontecer, ela tem de enfrentar uma série de desafios, deixando de lado o jeito de menina egocêntrica e mimada que conhecemos no começo da trama. Em suma, esses desafios forçam Chihiro a amadurecer e a lembrar exatamente quem ela é.

As Meninas Super Poderosas

Por fim, temos As Meninas Super Poderosas, uma animação do Cartoon Network repleta de referências feministas, lições importantes de empoderamento e união entre as mulheres de maneira leve. O desenho marcou gerações e já quebrava padrões e estereótipos lá nos anos 1998, data em que foi criado.

Para começar, as irmãs Docinho, Lindinha e Florzinha são criadas por um pai solteiro, e elas são muito mais poderosas que qualquer herói. Aliás, os homens são retratados como o sexo frágil nessa animação, porque estão mais preocupados com a própria masculinidade do que qualquer outra coisa.

Outro ponto alto da animação e que vale o destaque é a união entre mulheres, como falamos. Por mais que as irmãs briguem entre si e conflitos aconteçam, no final das contas, elas entendem que trabalhar em equipe é sempre a melhor saída e que, juntas, são muito mais fortes e poderosas.

Como empoderar minha filha?

Até aqui, você viu a importância da representatividade das personagens femininas e conheceu animações que podem inspirar crianças a entenderem o verdadeiro sentido do girl power. Agora que sabe mais sobre o assunto, é o momento de descobrir como incentivar o empoderamento feminino.

Para os cuidadores que querem inspirar suas filhas, ou mesmo as sobrinhas, netas, afilhadas etc., e contribuir para a formação de meninas mais empoderadas, existem dicas que fazem toda a diferença nesse processo. Reunimos as principais a seguir. Veja!

Converse muito com ela

Os adultos são uma grande inspiração para as crianças. Por isso, a opinião dos mais velhos vai influenciar diretamente a visão de mundo das pequenas. Assim, aproveite essa oportunidade para trocar muitas ideias sobre como as mulheres são diferentes e, ao mesmo tempo, contam com o mesmo potencial dos homens!

Incentive as meninas a enxergar atributos e pontos positivos que vão além da beleza. Trabalhar com características da personalidade das personagens femininas em livros, filmes e jogos é um ótimo ponto de partida para discutir questões como coragem, força, inteligência e curiosidade.

Você pode tomar como exemplo alguma situação vivenciada por uma personagem feminina em uma história e questionar a menina sobre uma determinada maneira de agir. Essa, além de tudo, é uma excelente maneira de treinar a empatia.

Incentive a ser o que ela quiser

Toda menina pode ser uma princesa ou uma guerreira, uma Branca de Neve ou Mulher Elástica. Uma garota pode ser feminina e forte ao mesmo tempo se ela quiser também, e está tudo bem. É lindo ver a criatividade e a imaginação aflorar em um contexto no qual o lúdico é tão necessário.

As crianças precisam que suas opiniões sejam encorajadas para que vivam toda essa fase de descoberta de maneira plena. Navegar entre os universos possíveis expande a visão de mundo de uma criança para que ela se conecte com o seu potencial interno.

Dê o exemplo

Para que as garotas se inspirem em personagens femininas, uma opção é contar com uma forcinha extra daqueles com quem compartilham o dia a dia. Uma menina pode ser apaixonada pela Jasmine, mas que tal provocá-la a descobrir outras princesas ou personagens da Disney com personalidades diferentes?

Porém, dar o exemplo também está na riqueza de ser uma pessoa que, como adulto, vê coisas incríveis em atributos que vão além daqueles estéticos. As crianças ensinam muito e ajudam a aprimorar a nossa visão de mundo ao trabalharmos em nós um olhar sobre a figura feminina que talvez não tenhamos tido em nossa infância.

E, além das personagens femininas, você pode apresentar histórias de mulheres reais e que desempenharam, ou desempenham, um papel importante na história. Além de personalidades famosas, vale a pena colocar a garota em contato com mulheres fortes com as quais ela possa desenvolver um certo convívio.

Eleve sua autoestima

Como uma ferramenta de disciplina positiva, as garotas são empoderadas por meio de reforços positivos a atitudes que devem ser repetidas. Além de belas, fofas, meigas e doces, as meninas também fazem (diariamente) coisas que as tornam corajosas e espertas.

Trabalhar essas qualidades vai auxiliá-las a arriscar mais a cada dia, com coragem para enfrentar o mundo e os desafios que chegam com a adolescência. Ao trabalhar essa abordagem desde a primeira infância, a educação se transforma em algo ainda mais rico!

Além disso, outras vantagens surgem com o empoderamento das meninas, como:

  • desenvolvimento da autoconfiança e da autoestima;
  • maior consciência emocional;
  • mais equidade de gênero em todas as atividades sociais;
  • mais produtividade no dia a dia;
  • estímulo da autorresponsabilidade e autonomia.

Por fim, vale lembrar ainda de que o discurso não deve ser exclusivo aos ambientes compostos por garotas. Meninos também se beneficiam muito de uma educação na qual a figura da mulher é encarada como forte e capaz — contexto no qual homens e mulheres compartilham das mesmas habilidades e fragilidades.

Esse foi nosso conteúdo sobre a importância das personagens femininas. Como pode ver, inseri-las no dia a dia das brincadeiras é uma delícia para toda a família, por isso, vale experimentar. Exemplos não faltam! Contudo, também é preciso atentar para não acelerar muito os processos da vida das crianças. Assim, é importante entender quais são os perigos da adultização infantil.

Gostou do artigo? Então, aproveite que está por aqui e ative o Modo Brincar. Assine nossa newsletter agora mesmo para receber mais conteúdos especiais como este diretamente em seu e-mail! 

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

brincadeiras legais|brincadeiras legais
29969

10 brincadeiras legais para fazer em casa

Quer algumas dicas de brincadeiras legais para fazer em família? Leia o nosso post agora mesmo e confira 10 sugestões divertidas!
Imagem de duas mulheres e uma criança jogando videogames
0

Confira uma lista com 8 dos melhores jogos para PS4

Quem é apaixonado pelo mundo dos games certamente conhece o PlayStation. Esse console é um dos mais famosos para quem ama jogar, por isso está...
Imagem de duas crianças jogando xadrez
1326

Jogo de xadrez para crianças: conheça os benefícios e como incentivar os pequenos a jogar 

Depois da estreia de O Gambito da Rainha, na Netflix, muita gente voltou a se interessar pelo xadrez e viu quão divertido e emocionante é...
três crianças sentadas no chão da sala segurando controle jogando os melhor jogos do xbox one
0

Confira uma lista com os 6 melhores jogos do Xbox One

O mundo dos games é uma verdadeira paixão para todas as idades. Os gráficos incríveis e as histórias fantásticas tornam essa atividade muito divertida para...
lenda do saci|lenda do saci
3165

Conheça a lenda do Saci e o que as crianças podem aprender com ela

A lenda do Saci traz muitos ensinamentos. Por isso é interessante valorizá-la e contá-las às crianças. Em nosso post, falamos sobre o assunto. Confira!
pai e filho jogando bola em quadra representando os jogos para pai e filho
0

Jogos para pai e filho: 8 brincadeiras para se divertir!

Quer estreitar os laços com seu pequeno e não sabe como começar? Que tal programar um dia inteirinho com jogos para pai e filho? Assim,...