Quando é o momento de buscar um psicólogo infantil? Saiba mais

6 MINUTOS DE LEITURA
1038
Psicólogo infantil|
Filho chora e é consolado pela mãe

A criança começou a apresentar problemas de relacionamento, dificuldades escolares e mal-estar físico? Mudanças na forma como os pequenos se comportam e manifestações inadequadas e desproporcionais de emoções costumam indicar a necessidade de um psicólogo infantil. O profissional tem capacidade para ajudar a criança a compreender melhor o que acontece dentro de si, sendo um suporte para ela e a família.

Ter atenção a esse assunto, logo na infância, é fundamental. Isso porque, quanto mais cedo forem identificados transtornos e complicações, melhores os resultados no tratamento, sendo mais fácil proporcionar um crescimento adequado e saudável.

Pensando em ajudar você com esse tema, conversamos com Anna Beatriz Cardamone Ribeiro, Psicóloga pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Psicopedagoga pelo Instituto Brasileiro de Formação de Educadores. A profissional tem experiência clínica e trouxe algumas informações relevantes sobre o trabalho e a importância do psicólogo infantil. Confira!

Quando buscar um psicólogo infantil?

A busca por um psicólogo infantil parte da identificação de problemas ou de mudanças de comportamento em crianças e adolescentes. É preciso ter em mente que eles tendem a ter mais dificuldades para entender e relatar os próprios sentimentos, por isso, na maioria das vezes, a atitude partirá do adulto — pais, responsáveis e escola.

Segundo Anna Beatriz, existem sinais que indicam a necessidade de mais atenção: “por exemplo, medos excessivos, apatia, tristeza, prejuízo escolar, dificuldades de aprendizagem, divórcio dos pais e momentos de luto”.

A psicóloga explica, então, que não há uma idade certa para buscar ajuda, visto que qualquer faixa etária pode passar por crises e angústias. “A necessidade de um psicólogo infantil depende de cada criança, do momento de vida e de como ela elabora e reconhece suas dificuldades emocionais”, explica.

Para conseguir identificar alguma necessidade de suporte e tratamento, é importante ter um olhar atento a comportamentos não verbais, já que as crianças demonstram suas angústias de maneira diferente dos adultos. Alguns sinais são:

  • sintomas físicos constantes sem motivo aparente, como dores de barriga e de cabeça;
  • regressão de comportamentos, como voltar a fazer xixi na cama ou dormir com os pais;
  • conflitos na escola;
  • isolamento no quarto;
  • recusa repentina de ir à escola;
  • gagueira;
  • mentiras frequentes;
  • acessos de raiva e estresse;
  • cortes no corpo, ainda que superficiais;
  • demonstrações de ciúmes de forma exagerada e frequente.

Quais são os problemas que podem aparecer na clínica do psicólogo infantil?

Além dos sintomas que trazem sofrimento, os psicólogos infantis trabalham na intervenção de diversos transtornos. Conheça alguns:

  • depressão infantil;
  • ansiedade infantil;
  • transtorno obsessivo-compulsivo;
  • transtornos alimentares;
  • transtorno do espectro autista;
  • TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade);
  • transtorno de aprendizagem;
  • transtorno disruptivo da desregulação do humor;
  • mutismo seletivo;
  • fobias e medos;
  • transtorno de adaptação;
  • transtorno de oposição desafiante.

O que fazer ao desconfiar que a criança ou o adolescente precisa de ajuda?

Afinal, como ter certeza de que a criança ou o adolescente precisa de ajuda? Como identificar se um comportamento é problemático? Bem, é melhor prevenir do que remediar, concorda? Por isso, se você desconfiar, vale a pena procurar um psiquiatra ou psicólogo infantil para uma avaliação, já que uma pessoa leiga terá dificuldades de fazer essa análise.

“O diagnóstico de depressão infantil costuma ser mais difícil do que o de adulto, uma vez que pode ser confundido com birras, frustrações ou agressividades. Não é raro, também, que seja confundida com TDAH. Por isso a importância da consulta com um profissional”, explica Anna Beatriz.

Como a terapia pode ajudar crianças e adolescentes?

A terapia ajuda a criança e o adolescente a lidar melhor com as emoções, resolver seus problemas, além de possibilitar a orientação da família, já que a vivência do dia a dia será tão importante quanto os minutos dentro do consultório a cada semana.

De acordo com Anna Beatriz, “o trabalho do psicólogo infantil atua na elaboração de angústias e traumas, podendo, para isso, usar recursos lúdicos e simbólicos, tais como brincadeiras e desenhos, já que as crianças se comunicam e se expressam de maneira diferente. O brincar na terapia é um meio para a manifestação das emoções e dos conflitos”.

Outro ganho é no desenvolvimento de um repertório de enfrentamento. Crianças e adolescentes adquirem mais autoeficácia, característica que será proveitosa para fortalecer a autoestima e conseguir lidar com frustrações. Além de isso contribuir para o desenvolvimento emocional infantil, ajuda a passar pelas adversidades da vida adulta com muito mais facilidade e maturidade.

Um bom tratamento infantil também é capaz de mudar o ambiente no qual a criança mora, melhorando a relação entre todos, a ponto de se tornarem uma família feliz. Isso não significa que os problemas deixarão de existir, mas sim que, quando surgirem, todos saberão como enfrentá-los da melhor forma possível.

Como contar à criança que ela vai ao psicólogo?

Antes de tudo, é importante que a própria família tenha desmistificado para si o trabalho psicoterapêutico para, então, conseguir explicar à criança a razão do tratamento. Em seguida, é recomendado usar informações verdadeiras, assim como adotar uma linguagem clara e sem julgamentos.

Uma forma adequada, por exemplo, é esclarecer a função do psicólogo, dizendo que é alguém que ajuda as pessoas a saber o que fazer com os sentimentos desagradáveis (como raiva, ansiedade e preocupação), além de auxiliar a resolver algumas dificuldades. É importante normalizar o tratamento psicoterápico, além de, no final da conversa, tentar identificar se a criança ficou com dúvidas.

Anna Beatriz também considera relevante “contar a maneira como esse processo vai acontecer, dizendo que o psicólogo infantil vai brincar, desenhar ou até mesmo conversar. Podemos compartilhar que será um local seguro, em que a criança poderá contar o que quiser e conversar sobre qualquer assunto que desejar”.

Enfim, um psicólogo infantil é importante em muitos momentos, sendo um apoio para a criança e a família. Ele é um profissional preparado para ajudar no desenvolvimento saudável, facilitar a aquisição de bem-estar e auxiliar pais e responsáveis na condução dos cuidados. Por isso, na dúvida, não hesite em ir atrás de um profissional confiável, combinado?

Gostou de ficar por dentro do tema? Então, assine nossa newsletter! Assim, você não perde nenhuma informação sobre o desenvolvimento infantil!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Curiosidades dias das mães
785

Dia das Mães: curiosidades sobre a data e dicas para comemorá-la

Considerada uma das datas mais especiais do calendário, o Dia das Mães é a época do ano perfeita para reunir a família e celebrar a...
benefícios das atividades físicas para as crianças|benefícios das atividades físicas para as crianças
1503

10 benefícios das atividades físicas para crianças!

A prática de atividades físicas na infância é muito importante. Leia o nosso post agora mesmo e entenda os benefícios desse hábito!
pais com seus filhos abraçados comemorando o dia internacional da familia
0

Dia Internacional da Família: como curtir a data com as crianças

O Dia Internacional da Família é comemorado em 15 de maio e foi criado em uma Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em...
fases do desenvolvimento infantil: mãe oriental com seu filho sorrindo ao brincar
4950

Fases do desenvolvimento infantil: entenda e conheça melhor seu filho

Quer conhecer as fases da criança e conhecer ainda melhor seu filho? Então clique aqui agora mesmo e confira mais sobre o assunto!
Imagem de uma criança abraçando um cachorro
1821

Conheça 6 benefícios dos animais na educação infantil

Pensando em adotar um bichinho para as crianças? Veja por que essa é uma ótima ideia e quais os benefícios dessa decisão para o desenvolvimento infantil!
disputa entre beyblades em arena de batalha
0

Descubra o que é beyblade, como jogar e quais são os principais tipos

Se você é fã de mangás e animes, com certeza, já sabe o que é beyblade. Vindo diretamente do oriente, este brinquedo conquista gerações e...