Volta às aulas: saiba como se preparar e confira itens indispensáveis

7 MINUTOS DE LEITURA
76
volta às aulas||
Mãe coloca máscara contra Covid-19 no filho

Após um longo período de pandemia, a volta às aulas presenciais retoma um pouco mais do cenário ao qual estávamos ambientados: crianças na escola, e não aprendendo de forma remota. Esse é um momento muito esperado tanto pelos pais e responsáveis quanto pelos pequenos. Mas de qualquer maneira, o momento ainda requer cuidados.

Se você cuida de crianças que estão se preparando para voltar à escola, é hora de falarmos sobre o momento em que vivemos. Para isso, trazemos diversas dicas para ajudar a criançada a se desenvolver da melhor forma.

Também, para ajudar nesse retorno, reunimos uma lista de materiais escolares que não podem faltar, já que é comum esquecer um item ou outro nesses primeiros dias, não é? Boa leitura!

Qual é o novo contexto nesta volta às aulas presenciais?

A volta às aulas 2022 acontece com as crianças e os adolescentes (muitos já vacinados), de fato, indo para as escolas, em vez de estarem aprendendo remotamente, o que já é um ponto alto e ajuda bastante na socialização.

Até porque, a escola não é só para aprender Matemática ou Português, ela é uma base forte da vida social dessa turminha. Porém, não podemos dizer que vencemos a pandemia, ainda. A variante Ômicron, por exemplo, está muito presente neste início de ano e demanda medidas de proteção e higiene constantes.

Além disso, estamos falando com jovens que foram muito afetados pela pandemia. Há crianças que estão reaprendendo a conviver na escola, indo pela primeira vez e adolescentes retomando, aos poucos, a convivência de amizades.

Isso pede empatia dos pais e responsáveis, que também precisam agir com otimismo cauteloso. Ou seja, a convivência física muito próxima deve ser evitada, os abraços ainda não são bem-vindos, assim como o compartilhamento de canetas, comida etc.

Para saber o melhor caminho para preparar e acompanhar as crianças nesse momento de volta às aulas, reunimos algumas dicas.

Como se preparar e trabalhar o desenvolvimento pós-isolamento social?

Agora, vamos ver itens que vão ajudar você a preparar a turma para curtir e aproveitar este momento da melhor forma, sem pânico e com consciência. Vamos lá?

Regras podem ser lúdicas

O medo de pais e responsáveis é refletido nas crianças, não tem muito como fugir disso. Logo, a abordagem em relação às regras na educação dos filhos e aos cuidados precisa ser delicada e consciente.

Por exemplo, em vez de alarmar as crianças ao proibir os abraços aos coleguinhas, a dica é explicar que elas podem se cumprimentar sem contato físico para se proteger e proteger àqueles que amam. Desse jeito, elas não precisam voltar ao isolamento e ao ensino remoto. Dá até para usar a criatividade e incentivar a molecada a criar cumprimentos divertidos à distância.

Os colégios enviam e-mails e comunicados antes da volta às aulas presenciais. O melhor é que você leia primeiro para depois repassar aos estudantes empolgados, trazendo exemplos do que é certo e errado — a prática funciona sempre bem. Esse momento pode até ser usado para que a criança tire dúvidas.

A partir do exemplo, sempre

Vamos supor que dois dos itens da lista de cuidados na escola são 1) não abraçar e 2) sempre lavar as mãos e usar álcool gel. Ou seja, dando este exemplo também nas ações em casa, a criança vai colocar isso em sua rotina e aprender pelo exemplo, tornando o hábito mais eficiente.

Quando pequenos, os jovens têm em seus responsáveis os maiores espelhos da vida e, quase sempre, copiam suas atitudes, como andar na faixa de pedestre se os pais assim o fazem e lavar bem a mão antes de comer. Por isso, é importante evitar o famoso ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Rotina diferente pede ajuda

Vestir uniforme, arrumar a mochila, usar álcool gel sem estar perto dos responsáveis, programar-se para fazer o dever… Essas são tarefas que a criançada está precisando reaprender ou mesmo aprender do zero. Logo, nada mais justo do que ter auxílio nesses momentos.

Um pequeno frasco de álcool gel na mochila ou preso como um chaveiro divertido é um lembrete e tanto para elas se higienizarem, que tal? Assim como fazer um calendário de horários para que a criança entenda os limites e as regras.

Nova saudação vira até brincadeira

Como não pode abraçar, vamos ser lúdicos e brincar de criar saudações sem contato? Um toque de cotovelos ou sapatos? Uma mímica de abraço ou beijinho? Um toque de mãos que para no ar, antes de encostar? Possibilidades existem muitas! Vocês podem até treinar juntos em casa.

Vale estimular a comunicação

A criançada está reaprendendo a socializar, e o responsável tem um papel e tanto nisso. Uma dica é aprender a ouvir e estimular essa turma a contar como foi o dia, o que sente, falar dos desafios, com quem mais trocou ideia, o que fez no intervalo… De novo, conversar é uma atitude a se aprender pelo exemplo.

Superproteção? Melhor não

Claro, você quer que as crianças ao seu redor estejam livres de risco, mas se lembre: a superproteção, como forma de evitar a frustração, não traz nenhum benefício.

A criança ficou chateada de não jogar futebol no recreio porque precisa evitar o contato? Converse, fale que entende, que também deixou de lado atividades de que gostava, mas não a leve para jogar bola fora da escola, contrariando as orientações. Isso é o tipo de atitude que pode gerar problemas mais tarde.

Quais itens são essenciais para a volta às aulas presenciais?

Garantir que a criança tenha todo o material de que possa precisar durante as atividades de volta às aulas também é uma forma de evitar contato físico desnecessário. Por exemplo, imagine que ela não levou lápis de cor e pega emprestado de um colega: isso acaba favorecendo um contato desnecessário.

Além disso, o material escolar tem o poder de incentivar a realização das tarefas na sala de aula, principalmente quando são de interesse da criança, com cores e desenhos. Veja, então, nossa lista de materiais indispensáveis para comprar de forma consciente!

Material temático

Para aumentar a aceitação da criançada, produtos temáticos costumam atrair os olhares dela, como os de personagens de desenhos animados. Assim, eles sentem mais vontade de voltar à escola para usarem seus itens escolares, que podem contar com:

Kit de desenho e artes

Atividades de pintura e desenho estimulam a criatividade e imaginação da criança. Pensando nisso, alguns itens são importantes para o aprendizado. Na Educação Infantil, por exemplo, é preciso ter:

Já para o Fundamental I e II, a lista conta com:

Ah, não se esqueça de minifrascos com álcool gel, combinado? Após comprar todos esses itens para as atividades de volta às aulas presenciais e orientar a turma, estará tudo pronto para voltar à sala de aula com segurança. Mas vale lembrar de ter paciência e entender esse período de adaptação.

Na Ri Happy você encontra toda a lista de material escolar para que esses estudantes superanimados voltem com tudo. Acesse o site e confira!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Curiosidades dias das mães
785

Dia das Mães: curiosidades sobre a data e dicas para comemorá-la

benefícios das atividades físicas para as crianças|benefícios das atividades físicas para as crianças
1503

10 benefícios das atividades físicas para crianças!

pais com seus filhos abraçados comemorando o dia internacional da familia
0

Dia Internacional da Família: como curtir a data com as crianças

fases do desenvolvimento infantil: mãe oriental com seu filho sorrindo ao brincar
4950

Fases do desenvolvimento infantil: entenda e conheça melhor seu filho

Imagem de uma criança abraçando um cachorro
1821

Conheça 6 benefícios dos animais na educação infantil

disputa entre beyblades em arena de batalha
0

Descubra o que é beyblade, como jogar e quais são os principais tipos