Brinquedos para crianças com deficiência: 13 opções divertidas

9 minutos para ler

Você sabia que a brincadeira é fundamental para o desenvolvimento dos pequenos? É por meio dela que o cérebro recebe informações motoras, emocionais, sociais e sensoriais, que geram novas conexões de neurônios e fortalecem as já existentes. Pensando nisso, você sabe escolher brinquedos para criança com deficiência?

Os brinquedos nada mais são do que ferramentas que ajudam na brincadeira e fazem esse momento algo lúdico e prazeroso, além de auxiliar a assimilação de conhecimentos necessários em todas as áreas do desenvolvimento. Por esse motivo, é tão importante saber escolher quais brinquedos mais apropriados para cada criança.

Neste post, trazemos 13 sugestões. Confira!

O que é mais importante na hora de escolher os brinquedos?

Primeiramente, vale dizer que todas as crianças não só podem como devem brincar com os brinquedos que quiserem, desde que sejam seguros e apropriados para a idade. Isso porque os pequenos brincam conforme as suas possibilidades e motivações.

Para oferecer um brinquedo que seja prazeroso e estimulante, ao mesmo tempo, é importante estar atento às fases de desenvolvimento do pequeno e as suas preferências. Aliás, essa informação vale para bebês e crianças com ou sem deficiência.

Como os mesmos brinquedos podem ser usados de diversas maneiras, pode ser preciso adaptá-los para que sejam explorados de acordo com as habilidades e desenvolvimento da criança. Dessa maneira, não é necessário ficar engessado quanto à utilização deles.

É um erro escolher os brinquedos sem a participação ativa das crianças. Cada pequeno é único e tem seus interesses, capacidades e motivações para brincar e fazer a sua escolha, independentemente da deficiência. Além disso, é interessante incentivar novas brincadeiras e maneiras de brincar e interagir com os brinquedos.

Assim, é possível estimular o desenvolvimento de novas habilidades. Lembrando que, para cada etapa, pode ser preciso fazer novas adequações nos brinquedos e nas atividades.

Por fim, outro ponto importante na hora de escolher brinquedos para crianças com deficiência é pedir indicação aos profissionais que fazem o acompanhamento dos pequenos, como pedagogo, psicólogo, fisioterapeuta, psicopedagogo, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo e educador físico.

Quais são os tipos de brinquedos mais adequados para crianças com desenvolvimento atípico?

Agora que você já sabe o que deve avaliar antes de escolher o brinquedo para as crianças com desenvolvimento atípico, chegou a hora de conferir algumas sugestões de acordo com cada situação.

Auditiva

A deficiência auditiva pode ser parcial ou total, sendo que a criança pode nascer com ela ou adquirir a perda auditiva. O pequeno com essa deficiência pode brincar com todos os brinquedos, no entanto, veja quais deles podem despertar mais interesse.

1. Brinquedos com luzes

Esse tipo de brinquedo responde ao comando que a criança dá por meio de luzes, o que pode ser muito divertido e chamar a atenção. As bolas com luzes, por exemplo, também estimulam a coordenação motora e o equilíbrio.

Visual

Os pequenos com deficiência visual, não necessariamente, são aqueles com perda total da visão. Há também os que têm baixa visão, campo visual reduzido ou sensibilidade alta à luz.

2. Blocos de montar

Os brinquedos com cores contrastantes e luzes, além dos que estimulam o tato e o olfato e os blocos de montar, são indicados para o reconhecimento de texturas e objetos. Isso auxiliará na realização das atividades do dia a dia.

3. Brinquedos com texturas

Bolas de borracha, de pelúcia e com guizo, além de massa de modelar, ajudam a estimular o tato, a destreza manual, a coordenação motora e a interação entre os participantes.

Deficiência física

São crianças que apresentam limitações motoras. Por isso, podem ter dificuldades nos movimentos que requisitam tanto a coordenação motora grossa quanto a fina.

4. Jogos de encaixe e blocos de montar

Os jogos com peças grandes e coloridos para encaixe estimulam as coordenações motoras grossa e fina e a coordenação olho-mão (a que necessita da visão e do tato ao mesmo tempo). Sendo assim, ela ajuda na destreza manual. Conforme a habilidade é adquirida, é possível reduzir o tamanho dos brinquedos. Quer um bom exemplo divertido? Tente o jogo Pula Pirata!

5. Brinquedos musicais

Os instrumentos musicais, como chocalho, tambores e pianos com teclas maiores, fazem com que a criança explore suas competências adquiridas e o aprimoramento dos movimentos do corpo.

Deficiência intelectual

brinquedos para criança com deficiência

São crianças que apresentam dificuldades significativas na aprendizagem, no entendimento de regras e em atividades que demandam raciocínio, além de problemas motores, como Síndrome de Down e Síndrome de Prader-Willi.

6. Jogo de mesa

Os jogos de mesa, como memória e dominó, são divertidos e ajudam a estimular o raciocínio. Além disso, eles auxiliam no aumento do vocabulário por conta da interação entre os participantes.

7. Brinquedos esportivos

Os esportes, como boliche, futebol, basquete, jogo de disco e outros, incentivam o aprendizado de regras e ajudam no desenvolvimento das noções corporal e espacial, além da coordenação motora. Isso é importante na concentração e na organização corporal.

Transtorno do espectro do autista

O transtorno do espectro do autista pode se manifestar ainda no início da infância e se caracteriza pela dificuldade da criança no comportamento e nas interações sociais, problemas com a comunicação, sensibilidades sensoriais e comportamento repetitivo. A seguir, confira algumas sugestões de brinquedos.

8. Jogos de regras simples

Esses jogos que podem ser de tabuleiro, como mico, rouba monte e memória, ou de atividades motoras, como os com bolas e discos, que estimulam a interação e a comunicação entre os participantes.

9. Bonecas, bonecos, fantoches, bichos de pelúcia e de borracha

O faz de conta e a interação com outras pessoas ajuda a incentivar a comunicação e a aumentar o vocabulário. Sendo assim, esse tipo de brinquedo que propicia a brincadeira também é indicado para TEA.

10. Massa de modelar

A massinha de modelar é um dos brinquedos preferidos das crianças. Elas estimulam o sensorial, por conta de sua textura, cheiro e cores. Também ajudam explorar a criatividade e a imaginação, além de incentivar a comunicação e a interação, quando usadas em família.

Atraso de desenvolvimento

O atraso no desenvolvimento de habilidades pode acontecer por conta de prematuridade ou intercorrência após o parto. Nesse caso, a idade cronológica é diferente da maturidade da criança.

11. Ginásio de atividades

É importante que os bebês com atraso fiquem no chão por algum tempo para desenvolver os movimentos, a noção de espaço e a força muscular. Por isso, tapetes e ginásio de atividades são boas opções.

12. Jogos que exigem movimentação

Boliche, argolas e pular corda são jogos que estimulam os movimentos e ajudam no desenvolvimento da coordenação motora e da noção corporal.

13. Quebra-cabeça

Os quebra-cabeças estimulam a coordenação motora fina e a coordenação olho-mão. Além do mais, auxiliam no desenvolvimento da noção de espaço e concentração. Uma boa alternativa

Como a Ri Happy pode ajudar na hora de escolher brinquedos para criança com desenvolvimento atípico?

Sabemos que escolher brinquedos não é uma missão muito fácil, pois há muitas dúvidas sobre o que pode ou não agradar a criança presenteada, além do que é ou não adequado para a idade e seu desenvolvimento. Pensando nisso, para ajudar pais, profissionais e familiares a escolher brinquedos para crianças com atipicidades, a Ri Happy desenvolveu uma página especializada: Brincar Inclusivo.

Nela, além de entender mais sobre cada deficiência e os tipos de brinquedos apropriados para elas, você encontra diversas sugestões. Dessa maneira, é possível fazer uma boa escolha e acertar em cheio no presente! Mas não é só isso.

O site foi feito a partir de um estudo realizado pela Dr. Fernanda Monteiro, especialista em estimulação infantil na primeira infância. A profissional é terapeuta ocupacional e tem experiência de mais de 15 anos com desenvolvimento neuropsicomotor infantil. A seguir, confira o que ela tem a dizer sobre como escolher brinquedos para crianças com deficiência:

O importante é oferecer oportunidade de brincar, explorar e de diversão para os bebês e crianças. Conhecer seu filho e escolher as brincadeiras mais prazerosas para que esse período tão importante que é a infância, para que ela possa ser aproveitada, respeitando as suas condições e necessidades, proporcionando a ele um desenvolvimento pleno e feliz.

Por fim, vale dizer que essa pesquisa foi fundamental para a construção de um material rico e que pode ajudar muita gente, não só na hora de escolher brinquedo para criança com deficiência, mas também para auxiliar pais e educadores a falarem sobre diversidade com os pequenos.

Abordar esse tema com as crianças é cada vez mais necessário, já que a pluralidade faz parte do ser humano e é preciso crescer sabendo respeitar o próximo. Cabe a nós, adultos, darmos o exemplo e ensinar os pequenos sobre seus direitos e deveres enquanto sociedade.

Como você pode conferir, escolher brinquedos para crianças com deficiência é bem parecido com a escolha de presentes para pequenos sem deficiência. É preciso prestar atenção se os objetos são adequados para a idade e seguros, depois em como podem ajudar no desenvolvimento infantil. Entretanto, devemos lembrar que brinquedos também podem ser usados somente para a diversão, ok?

Este post foi útil para você? Esperamos que sim! Compartilhe-o nas suas redes sociais para que cada vez mais pessoas fiquem por dentro desse assunto tão importante!

Posts relacionados

Deixe um comentário