Como lidar com o filho pré-adolescente de forma mais tranquila?

6 MINUTOS DE LEITURA
197
Pré-adolescente|
Mãe e filha sentadas no sofá sorrindo

Praticamente de um dia para o outro, as crianças começam a mudar de comportamento, desprezando os combinados e botando defeito em tudo. Há momentos em que parece até que ela foi trocada por um ser incompreensível de outro planeta, não é? Mas isso apenas significa que ela se tornou uma pré-adolescente.

Essa fase de transição entre a infância e a adolescência é um período complicado para os jovens, assim como para os pais. Quer saber como lidar com as mudanças de humor e os conflitos dessa fase? É o que vamos abordar neste post. Continue a leitura e confira!

Quando começa a pré-adolescência?

Antes de saber como lidar com as crianças quando elas crescem, é interessante entender em que momento se tornam pré-adolescentes. Além das mudanças que acontecem no corpo e no comportamento, essa fase da vida também envolve todo um contexto cultural, social e econômico, com base na maneira como a sociedade encara e lida com a juventude.

Assim, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a pré-adolescência tem início aos 10 anos de idade e vai até os 14 anos. A partir de então, os jovens entram, de fato, no período da adolescência, que vai dos 15 aos 19 anos de idade. Já no Brasil, adolescência é considerada dos 12 aos 18 anos, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O que muda quando a criança se torna um pré-adolescente?

Quando os filhos começam a recusar certos programas e atividades como uma família feliz, porque ficam com receio de “pagar mico” na frente dos amigos, dá até para sentir uma pontada de decepção no coração, não é mesmo? Mas é bom se acostumar, já que se trata de algo bastante comum no período da pré-adolescência.

Isso acontece porque os hormônios se transformam durante essa fase, trazendo mudanças no corpo e também no comportamento. A partir de então, é despertado nas crianças o desejo de ser mais independente dos pais, o que tende a levar a um afastamento, a ataques de rebeldia e a explosões de emoções.

Em relação às mudanças físicas, as meninas passam pelo início do crescimento das mamas, o que geralmente acontece a partir dos 10 anos. Já a menstruação aparece geralmente entre os 11 e 14 anos. Os meninos passam pelo desenvolvimento dos órgãos sexuais e por uma aceleração no crescimento. Quanto às temidas espinhas, que atingem ambos os sexos, elas aparecem por volta dos 12 anos.

Como lidar com as mudanças de humor e a busca pela identidade? 

Cada fase da vida dos filhos exige certos tipos de cuidados. A seguir, confira as dicas de como agir para lidar com o pré-adolescente de maneira mais tranquila.

Esteja próximo e curtam os bons momentos

Na pré-adolescência, é comum que os jovens se distanciem dos pais e fiquem mais fechados. Mesmo assim, é importante estar sempre por perto na medida do possível para fortalecer a relação de confiança com eles. Porém, é preciso ter cuidado para não ficar em cima o tempo todo, pois o pré-adolescente também precisa de espaço para viver novas experiências e conhecer mais a si mesmo.

Aproveite momentos como a hora das refeições para conversar, perguntar como foi o dia, quais são os planos para o fim de semana e se há algo que esteja incomodando. Que tal marcar um programa só entre vocês? Pode ser uma ida ao cinema, andar de bicicleta ou outra atividade do interesse do jovem.

Mantenha o diálogo aberto

Mais do que nunca, a pré-adolescência é uma fase em que o diálogo deve ser mantido. Sendo assim, abra espaço para ouvir mais sobre o que está se passando pela cabeça do pré-adolescente, entender e esclarecer sobre suas dúvidas e receios.

Uma dica para quando estiver conversando é manter uma aparência neutra, já que certas expressões faciais tendem a confundir os mais jovens, fazendo com que pensem que o adulto está discordando ou fazendo pouco caso. Além disso, evite interromper enquanto ele fala e mostre que você está ali para apoiá-lo.

Não minimize os sentimentos

Uma atitude que deixa o pré-adolescente bastante irritado é, sem dúvida, quando ele sente que o adulto diminui os seus sentimentos. Como consequência, ele se afasta dos pais, deixando de compartilhar suas angústias e frustações.

Por isso, em vez de dizer para ele parar de “fazer drama” por causa de uma situação que, no seu ponto de vista, nem é tão difícil de ser resolvido, respeite o sofrimento e trabalhe as emoções.

Entenda também que, nessa fase, é comum que eles sintam como se cada problema pareça cem vezes maior do que realmente é. Afinal, estão passando por novas experiências que o deixam inseguros, já que ainda está aprendendo a lidar com elas.

Conheça os gostos e interesses

Está com dificuldade de manter uma proximidade maior e de se envolver na rotina? Uma dica para ter uma conexão maior com o adolescente é descobrir quais são os interesses dele. Saiba mais sobre as suas atividades favoritas, youtubers que mais gosta e o que faz para se divertir, como jogar vídeo game ou praticar algum esporte.

Além desse conhecimento contribuir para se aproximar dos jovens, essa também é uma boa maneira de cuidar da segurança. Porém, é importante não proibir de fazer certas coisas sem explicar os motivos. Em vez disso, tenha uma conversa sobre as razões para a sua preocupação e guie-o para hábitos e atividades que tenham conteúdos de mais qualidade.

Estabeleça limites

Apesar de todo o cuidado para se aproximar e ouvir os adolescentes, é importante impor limites sempre que necessário. Nessa fase em especial, é fundamental que os jovens tenham autonomia, mas também é fundamental que aprendam a se responsabilizar por seus atos.

Agora você já sabe o que fazer para que a missão de lidar com o pré-adolescente que vive embaixo do seu teto não ser nenhum bicho de sete cabeças. Com uma boa dose de paciência e dedicação, é possível passar por essa fase de forma mais tranquila e bastante proveitosa para ambos os lados.

Gostou deste post? Então, continue aqui no blog e aprenda ainda mais sobre o desenvolvimento emocional infantil.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais

Curiosidades dias das mães
785

Dia das Mães: curiosidades sobre a data e dicas para comemorá-la

Considerada uma das datas mais especiais do calendário, o Dia das Mães é a época do ano perfeita para reunir a família e celebrar a...
benefícios das atividades físicas para as crianças|benefícios das atividades físicas para as crianças
1503

10 benefícios das atividades físicas para crianças!

A prática de atividades físicas na infância é muito importante. Leia o nosso post agora mesmo e entenda os benefícios desse hábito!
pais com seus filhos abraçados comemorando o dia internacional da familia
0

Dia Internacional da Família: como curtir a data com as crianças

O Dia Internacional da Família é comemorado em 15 de maio e foi criado em uma Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em...
fases do desenvolvimento infantil: mãe oriental com seu filho sorrindo ao brincar
4950

Fases do desenvolvimento infantil: entenda e conheça melhor seu filho

Quer conhecer as fases da criança e conhecer ainda melhor seu filho? Então clique aqui agora mesmo e confira mais sobre o assunto!
Imagem de uma criança abraçando um cachorro
1821

Conheça 6 benefícios dos animais na educação infantil

Pensando em adotar um bichinho para as crianças? Veja por que essa é uma ótima ideia e quais os benefícios dessa decisão para o desenvolvimento infantil!
disputa entre beyblades em arena de batalha
0

Descubra o que é beyblade, como jogar e quais são os principais tipos

Se você é fã de mangás e animes, com certeza, já sabe o que é beyblade. Vindo diretamente do oriente, este brinquedo conquista gerações e...