Como aprender a jogar vôlei: um guia completo sobre o esporte

6 MINUTOS DE LEITURA
1704
Imagem de algumas crianças segurando uma bola de vôlei

As atividades físicas são superbenéficas para a criançada. Nesse sentido, os esportes são os preferidos dos pequenos, porque são divertidos e podem ser praticados com os amiguinhos. Se a garotada quer saber como aprender a jogar vôlei, é bacana conhecer mais sobre as regras.

Pensando nisso, o blog Modo Brincar montou um guia completo sobre o vôlei. Por aqui, vamos explicar os tipos e as regras. Assim, os pequenos podem escolher qual mais combina com eles. Confira!

Vôlei de quadra: regras e história

Dos tipos de vôlei, o de quadra é, com certeza, o mais popular. Em 1895, o esporte foi criado na cidade de Holyoke, em Massachusetts, nos Estados Unidos, por William G. Morgan. Na época, o basquete era a modalidade mais popular, mas era cansativa para pessoas idosas.

Por isso, Morgan pensou em um jogo menos cansativo com inspiração no tênis. No início, eles usavam uma bola mais pesada, mas William pediu que fosse fabricada uma mais leve para usar no esporte. Depois, o vôlei começou a se espalhar e começou a ser chamado de volleyball (ou voleibol).

Como jogar vôlei de quadra?

Aprender a jogar vôlei é simples depois que você entende mais sobre o funcionamento do esporte. Os times contam com doze pessoas, sendo que só seis jogam por vez. Existem posições certas como líbero, sacador e defensor, mas isso pode variar durante a partida, já que acontece a troca de lugares.

As partidas são divididas em sets e cada um é vencido quando uma das equipes consegue atingir 25 pontos com dois de diferença para a outra, ou seja, 25 a 23, por exemplo. O time se consagra como vencedor do jogo quando vence três sets seguidos. Se cada equipe vencer dois sets, temos o tie break, um momento de desempate.

O movimento inicial é chamado de saque, quando a bola é lançada na área adversária. É permitido que cada time dê apenas três toques na bola e nenhum jogador pode tocá-la duas vezes seguidas. Os pontos são computados quando a bola cai no campo adversário ou vai para fora das linhas de demarcação do campo.

Alguns movimentos podem ser realizados durante a partida. O saque é um deles e é importante que a criançada o entenda para jogar vôlei. A seguir, trouxemos outros exemplos:

  • manchete: os braços ficam esticados e as mãos unidas ao tocarem a bola;
  • levantamento: passe anterior a um ataque para a quadra adversária;
  • bloqueio: próximo à rede, um ou mais jogadores interrompem a vinda da bola para a quadra;
  • cravar: o toque envia a bola com força para o campo adversário.
  • manchete: os braços ficam esticados e as mãos unidas ao tocarem a bola;
  • levantamento: passe anterior a um ataque para a quadra adversária;
  • bloqueio: próximo à rede, um ou mais jogadores interrompem a vinda da bola para a quadra;
  • cravar: o toque envia a bola com força para o campo adversário.

Imagem de três crianças aprendendo como jogar vôlei

Vôlei de praia: regras e história

Viu como aprender a jogar vôlei é fácil? Agora, vamos para o segundo tipo: o vôlei de praia. Perfeita para a criançada ter mais contato com a natureza, essa modalidade surgiu na Califórnia como um passatempo e uma variação do esporte oficial.

Depois de pouco tempo, ela se popularizou pelos Estados Unidos e foi oficializada como uma nova modalidade. Assim como na quadra, esse esporte faz parte das Olimpíadas e também possui campeonatos próprios em todo o mundo. Veja como jogar vôlei de praia a seguir.

Como jogar vôlei de praia?

Diferentemente da modalidade de quadra, os times de vôlei de praia contam com apenas dois jogadores. Além disso, o jogo só tem dois sets e cada um pode chegar a 21 pontos, sendo que o tie break vai a 15. Aqui, a mesma regra se aplica: é preciso ter uma diferença de dois pontos para ganhar um set.

Outra diferença é que a rede do vôlei de praia é um pouco menor que na quadra, mas vale lembrar que existem modelos especializados para a prática infantil. Por fim, nessa modalidade, o bloqueio conta como um dos três toques permitidos por jogada e o saque pode ser feito de qualquer ponto no fundo.

Outros tipos de vôlei

Após conhecer um pouco sobre as regras do vôlei de quadra e praia, está na hora de saber mais sobre outras modalidades. O futevôlei é a união entre futebol e vôlei. Ele também é praticado nas areias, e a principal diferença é não permitir o uso das mãos, apenas das pernas, da cabeça e dos pés.

O vôlei sentado é praticado por pessoas que têm algum tipo de deficiência relacionada à locomoção. É uma modalidade paralímpica e bem interessante de acompanhar. A criançada pode aprender muito sobre respeito à diversidade com ela.

O que precisa para jogar vôlei?

Após saber como aprender a jogar vôlei, é hora de entender quais são os itens necessários para a modalidade. A rede é essencial e deve sempre estar adaptada para o conforto dos pequenos. No caso da bola, é fundamental usar a versão indicada para as modalidades, já que tem o peso certo para as jogadas.

Na prática profissional, é muito comum que os atletas coloquem joelheiras e cotoveleiras. É bacana fazer os pequenos usarem também, para o jogo ser mais seguro. Além disso, coloque roupas e tênis confortáveis para eles aproveitarem muito.

Também vale acompanhar os campeonatos nacionais de cada modalidade. É uma ótima maneira de entender como aprender a jogar vôlei e deixar os pequenos terem contato próximo com os atletas profissionais. 

Viu só? É muito fácil aprender como jogar vôlei. Aqui na Ri Happy, temos os itens que vocês precisam para praticar todas as modalidades desse esporte. Acesse o site e escolha os seus!

Ver mais brinquedos incríveis

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

Kaboom

Leia Mais

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *