Aprenda tudo sobre a divertida brincadeira cabra-cega

5 MINUTOS DE LEITURA
2025
Imagem de um grupo de pessoas se divertindo com a brincadeira cabra-cega

Você conhece a brincadeira cabra-cega? Essa atividade atravessou gerações e continua uma das preferidas da criançada, por ser simples e superdivertida para passar um tempo com a família e os amiguinhos. A seguir, confira um guia completo sobre ela, desde a origem até as regras.

Onde surgiu a Cabra-cega?

Quando falamos que a cabra-cega atravessou gerações, isso não é um exagero. Acredita-se que a brincadeira tenha sido criada na China, por volta de 500 anos antes de Cristo. Então, é uma atividade muito antiga. Porém, ela só se popularizou de verdade na Era Vitoriana e na Idade Média.

Inclusive, conta-se que o jogo da cabra-cega era a brincadeira preferida na Casa Tudor, lar de uma das maiores dinastias que governou a Inglaterra. Ao longo dos anos, ela se espalhou pela Europa, tendo diferentes nomes em cada país. Na França, por exemplo, é chamada de colin-maillard, em homenagem a um homem chamado Colin que ficou cego em uma luta.

É cobra-cega ou cabra-cega?

Você já se perguntou se é brincadeira cabra-cega ou cobra-cega? Essa é uma dúvida bem comum entre as pessoas, e as duas nomenclaturas são bem conhecidas. Por ser uma atividade bem antiga, ela recebeu vários nomes ao longo dos anos, como pata-cega e galinha-cega. Portanto, todos estão corretos e a popularidade de cada um depende de onde você pergunta. 

Esse jogo é bem parecido com outro clássico, o pega-pega. O objetivo da brincadeira cabra-cega é pegar um dos participantes enquanto se está vendado. Daí vem o nome “cabra-cega”. O jogador pego se torna o próximo a ser vendado e assim por diante.

Imagem de um grupo de crianças se divertindo com a brincadeira cabra-cega

Antes de sair na “caçada”, o pegador deve girar várias vezes. Na hora de pegar o jogador, há duas possibilidades: ele está diretamente fora e se torna o novo pegador ou, antes disso, responde perguntas para o pegador adivinhar quem ele é. 

Há também uma versão dessa brincadeira legal em que, após girarem o pegador, os outros participantes devem cantar uma canção. Nela, existem algumas perguntas para quem está vendado que ajudam na orientação quando a rodada começar. A música é:

Todos os participantes: Cabra-Cega, de onde você veio?

Cabra-Cega (pegador): Vim lá do moinho.

Todos os participantes: O que você trouxe?

Cabra-Cega (pegador): Um saco de farinha.

Todos os participantes: Me dá um pouquinho?

Cabra-Cega (pegador): Não.

O que é necessário para brincar de cabra-cega?

Na brincadeira cabra-cega, não há um número específico de participantes. Inclusive, é ainda mais divertido quando mais pessoas entram no jogo, porque isso dificulta as rodadas. Porém, é importante que os pequenos tenham pelo menos seis anos. Para tapar o olho do pegador, você pode utilizar várias coisas, como panos velhos, máscaras de dormir, entre outros.

Sabendo como jogar cabra-cega, você deve ter percebido a importância de preparar o ambiente da brincadeira. O ideal é ter um espaço controlado e conhecido para os pequenos. Assim, eles podem se orientar melhor caso sejam escolhidos como pegadores.

Esse espaço delimitado pode ajudar os outros participantes a se planejarem sobre onde se esconder. É bacana deixar algumas coisas para eles se ocultarem, como panos, caixas de papelão ou cortinas. Além disso, é importante checar se existe algo que possa machucar a criançada, especialmente vendada. 

Para definir o primeiro pegador, você pode fazer um sorteio, colocando o nome de todos os participantes em pequenos papéis ou usando um sorteador online. Não deixe de explicar bem as regras para os pequenos e tenha certeza de que eles entenderam. Assim, a brincadeira infantil cobra-cega fica muito mais divertida!

Cobra-cega: divertida e benéfica

A brincadeira cabra-cega favorece a orientação espacial, já que a criança vendada precisa se guiar dentro do ambiente. Porém, esse não é o único benefício dessa atividade superdivertida. Com ela, a criançada aprende melhor como usar cada um dos sentidos.

A audição, por exemplo, será muito importante para os pequenos acharem os amiguinhos quando estiverem vendados. O tato serve para se orientarem dentro do ambiente, tocando nas coisas no caminho e até nas pessoas que fazem parte da brincadeira, para reconhecê-las. 

Também é um jogo de agilidade. Afinal, os pequenos têm pouco tempo para decidir onde se esconder e, é claro, se precisam sair do seu esconderijo. Por fim, é uma brincadeira que trabalha a concentração, tanto do pegador quanto dos outros participantes.

Viu só? A brincadeira cabra-cega é superdivertida e perfeita para entreter a criançada, tanto em família quanto com os amigos. Aproveite que está por aqui e confira nosso conteúdo sobre outra atividade clássica, o jogo stop. Aqui no blog Modo Brincar, temos tudo que você precisa saber sobre o universo infantil.

Ver mais brinquedos incríveis

ATIVIDADES #MODOBRINCAR

Se divertir é

UAAAAAU!

Kaboom

Leia Mais

iupii

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *